Mercado fechará em 1 h 31 min
  • BOVESPA

    113.074,22
    -990,14 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.248,23
    -216,04 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,96
    +0,66 (+0,90%)
     
  • OURO

    1.747,70
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    42.243,50
    -2.582,69 (-5,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.052,82
    -50,24 (-4,56%)
     
  • S&P500

    4.448,68
    -0,30 (-0,01%)
     
  • DOW JONES

    34.758,89
    -5,93 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.270,00
    -33,50 (-0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2629
    +0,0379 (+0,61%)
     

Brasil registra 1.080 mortes por Covid em 24 h e chega a 549 mil óbitos

·2 minuto de leitura
**Arquivo**SAO PAULO, SP, 27.04.2021: COTIDIANO - CORONAVIRUS - Ensaio em cemitério para o dia em que o Brasil atinge 400 mil mortos por Covid-19. Na foto, sepultadores paramentados enterram caixão no Cemitério Vila Formosa, na tarde desta terça-feira. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
**Arquivo**SAO PAULO, SP, 27.04.2021: COTIDIANO - CORONAVIRUS - Ensaio em cemitério para o dia em que o Brasil atinge 400 mil mortos por Covid-19. Na foto, sepultadores paramentados enterram caixão no Cemitério Vila Formosa, na tarde desta terça-feira. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou 1.080 mortes por Covid e 36.629 casos da doença, neste sábado (24). O país, assim, chegou a 549.500 óbitos e a 19.666.902 pessoas infectadas desde o início da pandemia.

As médias móveis de mortes e casos continuam elevadas. A média de mortes agora é de 1.168, queda de 10% em relação ao dado de duas semanas atrás. Apesar disso, já são 185 dias seguidos com médias móveis acima de 1.000 óbitos por dia.

A média de casos é de 46.825, que teve um crescimento recente após revisão de dados no Rio Grande do Sul.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19, também coletados pelo consórcio, foram atualizados em 21 estados e no Distrito Federal.

O Brasil registrou 1.102.640 doses de vacinas contra Covid-19, neste sábado. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 757.316 primeira doses e 311.288 segundas. Também entram nessa conta 34.036 doses únicas da Janssen aplicadas.

Ao todo, 95.217.256 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil -33.813.649 delas já receberam a segunda dose do imunizante.

Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 37.389.678 pessoas totalmente imunizadas no país.

Com isso, 61,40% da população com mais de 18 anos já recebeu ao menos uma dose (nesse caso, a 1ª dose de alguma vacina ou o imunizante de dose única) e 23,24% (também com mais de 18 anos) recebeu as duas doses recebidas ou a dose única da Janssen.

Mesmo quem completou o esquema vacinal com as duas doses deve manter cuidados básicos, como uso de máscara de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos