Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.851,90
    +1.376,75 (+4,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Brasil recebe 68 leões no festival Cannes Lions

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil recebeu 68 troféus na edição deste ano do Cannes Lions –Festival Internacional de Criatividade–, principal evento global da indústria de publicidade e marketing, realizado de forma virtual de 21 a 25 de junho.

Entre as premiações recebidas pelas agências do país, estão três Grand Prix (Africa, Gut e VMLY&R), 13 leões de ouro, 18 de prata e 34 de bronze.

A Africa foi a brasileira com mais troféus neste ano, 21 ao todo —com um Grand Prix, seis ouros, quatro pratas e dez bronzes.

O Grand Prix, premiação máxima do festival, foi conquistado na categoria Entertainment Lions for Sport com o projeto “Salla 2032”. Ele traz um apelo sobre a gravidade da crise climática e as consequências do aquecimento global.

O top 3 de agências brasileiras tem, depois da Africa, a AKQA (três ouros, cinco pratas e quatro bronzes) e VMLY&R (um Grand Prix, um ouro, quatro pratas e três bronzes).

O Brasil ainda recebeu um Grand Prix inédito, na categoria Glass: The Lion for Change, que destaca a criatividade que muda a cultura. A honraria ficou com a campanha “I am, feita pela VMLY&R, para a Starbucks.

A ação mostra um loja da rede de cafeterias transformada em um cartório onde pessoas trans podiam, legalmente, mudar de nome de forma gratuita.

Por causa da pandemia, o a 67ª edição marcada em 2020 teve de ser cancelada. Os trabalhos inscritos no ano passado disputaram os prêmios neste ano.

Ao todo, 478 jurados de 55 países estiveram no na avaliação dos leões e foram distribuídos 982 troféus para trabalhos de 53 países.

Em 2019, o festival francês de publicidade diminuiu o número de premiações, de 1.186 para 933 —e 85 foram dados a participantes brasileiros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos