Brasil promulga protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul

Brasília, 7 dez (EFE).- O Brasil promulgou nesta sexta-feira o protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul, em coincidência com a Cúpula semestral do bloco sul-americano realizada em Brasília.

O protocolo, que foi assinado em 4 de julho de 2006 em Caracas pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e pelos líderes dos países-membros do Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), foi publicado no Diário Oficial da União.

O decreto publicado nesta sexta, que leva a assinatura da presidente Dilma Rousseff, e de seu chanceler, Antonio Patriota, lembra que o Congresso aprovou o protocolo de adesão plena da Venezuela em 16 de dezembro de 2009 e que o documento entrou em vigor para o Brasil em 12 de agosto.

A Venezuela virou membro pleno do Mercosul em 31 de julho após o Paraguai, cujo Senado tinha bloqueado a entrada venezuelana durante anos, fora suspenso pela destituição de Fernando Lugo da Presidência.

Na cúpula realizado nesta sexta em Brasília, a Venezuela estreia como membro pleno do bloco sul-americano, mas nem Chávez nem seu chanceler, Nicolás Maduro, estarão presentes. O país será representado pelo ministro do Petróleo, Rafael Ramírez.

Chávez retornou ontem à noite a Caracas após passar nove dias em Cuba em um tratamento relacionado com o câncer que lhe obrigou a passar por três cirurgias desde junho do ano passado. EFE

Carregando...