Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    +0,25 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -3,70 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    19.196,91
    -100,20 (-0,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    +22,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3040
    +0,0060 (+0,11%)
     

Brasil precisa zerar IPI e corte de 35% é um "bom começo", diz Guedes

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira que o Brasil precisa zerar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), classificando-o como um "imposto de desindustrialização em massa".

O ministro fala em palestra na Associação da Classe Média (Aclame).

Na quarta-feira, o governo editou decreto que, segundo a Economia, "garante a redução de 35% no IPI da maioria dos itens fabricados no Brasil e, ao mesmo tempo, preserva a competitividade dos produtos da Zona Franca".

De acordo com o ministro, o corte do IPI de 35% é um "bom começo".

(Por José de Castro)