Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,32 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,81
    +0,67 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.833,90
    +2,10 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    35.960,05
    +659,14 (+1,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    831,71
    +589,03 (+242,72%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,03 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    27.235,57
    -286,69 (-1,04%)
     
  • NASDAQ

    14.543,50
    +117,00 (+0,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1792
    -0,0108 (-0,17%)
     

Em sete anos, Brasil perde seis posições em ranking das maiores economias

·1 min de leitura
A woman walks past a shoe store reading Sale. Key handover in Rio de Janeiro, Brazil, on December 2, 2021. - Brazil's economy, the largest in Latin America, slid into recession in the third quarter of 2021 as agricultural production dropped, official data showed Thursday. GDP declined 0.1 percent for the second straight quarterly fall, the government statistics agency IBGE said. (Photo by Mauro Pimentel / AFP) (Photo by MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)
Mulher passa por rua de comércio no Rio de Janeiro

Com a recessão técnica decretada após a queda do PIB no terceiro trimestre de 2021, o Brasil vai perdendo posições no ranking das maiores economias do mundo. Atualmente, o país está na 13ª posição, segundo levantamento da Austin Rating.

Leia também:

Segundo o ranking, o Brasil deve terminar este ano com US$ 1,595 trilhão produzido entre bens e serviços, pouco acima do US$ 1,445 trilhão de 2020, ainda abaixo do US$ 1,878 trilhão de 2019, antes da pandemia.

A projeção para 2022 é que o Brasil tenha um PIB maior que o da Austrália e volte à 12ª posição. Mas o nosso país já esteve em situação bem melhor.

Brasil já foi a 7ª maior economia

Entre 2010 e 2014, o Brasil se manteve na 7ª posição. No pior momento, em 2003, ficou na 14ª posição. O ranking da Austin Rating faz o comparativo das maiores economias do mundo desde 1994.

Em 2022 a projeção melhora e o Brasil deve voltar à 12ª posição, ultrapassando a Austrália.

A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), uma espécie de clube com algumas das maiores economias do mundo, revisou as projeções para o PIB brasileira. As estimativas caíram de 2,3% em 2022 para 1,4%. Para 2021, também houve revisão de 5,2% para 5%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos