Mercado fechado

Brasil passa dos 176 mil mortos pela Covid-19

O Globo
·1 minuto de leitura
Márcia Foletto / Agência O Globo

RIO — O Brasil já teve, desde o início da pandemia, 176.641 mortes pela Covid-19, segunda aponta o boletim do consórcio de imprensa. Nas últimas 24h, foram registrados 660 óbitos. Já o número de casos confirmados da doença aumentou em 41.748, chegando a um total de 6.576.699 infecções.

O consórcio de veículos de imprensa é formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo e reúne informações divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde em um boletim divulgado às 20h.

A média móvel de mortes, também medida pelo levantamento, foi de 579, que representa um aumento de 20% comparado a 14 dias atrás. Já a média de casos ficou em 40.934, um crescimento de 37% em relação às últimas duas semanas.

A “média móvel de 7 dias” faz uma média entre os números de mortes e casos do dia e dos seis anteriores. A medida é comparada com a média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda. O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o "ruído" causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

De acordo com o levantamento, 18 estados apresentaram tendência de alta no número de mortes pela Covid-19. São eles: Acre, Amapá, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Seis permaneceram estáveis: Amazona, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pará e Piauí. E três tiveram uma queda: Alagoas, Goiás e Rio de Janeiro.