Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.145,55
    +1.267,02 (+1,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.980,75
    +305,92 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,74
    +0,46 (+1,02%)
     
  • OURO

    1.843,60
    +13,40 (+0,73%)
     
  • BTC-USD

    19.403,79
    +454,89 (+2,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    381,35
    +6,94 (+1,85%)
     
  • S&P500

    3.674,92
    +5,91 (+0,16%)
     
  • DOW JONES

    30.036,27
    +152,48 (+0,51%)
     
  • FTSE

    6.490,27
    +26,88 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.495,50
    +41,25 (+0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2370
    -0,0828 (-1,31%)
     

Brasil já soma 4 milhões de domínios ".br" registrados na internet

Wagner Wakka
Segundo NIC.br, órgão responsável por gerir domínios no país, montante levantado com registros ajuda em investimentos para infraestrutura e melhorias em segurança, além de operação de interligação de redes para diminuir distância entre servidores
Segundo NIC.br, órgão responsável por gerir domínios no país, montante levantado com registros ajuda em investimentos para infraestrutura e melhorias em segurança, além de operação de interligação de redes para diminuir distância entre servidores

A internet já tem 4 milhões de domínios com a terminação “.br”. Isso é o que informa o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), entidade responsável pelo registro de domínios.

Se você nunca se perguntou o que isso quer dizer, vale destacar que cada sigla de um endereço busca já dá uma noção ao usuário sobre o site que está visitando. No caso e um domínio .br, isso significa que a página é registrada no Brasil e provavelmente deve ter conteúdos em português voltados a um público local.  

Segundo o NIC.br, atualmente também existem 120 categorias diferentes em que se pode registrar um domínio. O mais comum é que se tenha um site endereçado por “.com.br”. Tal categoria (chamada de DPN) se é uma sigla para “companhia”. Contudo, existem outras opções como “ong.br”, para organizações não-governamentais; “adv.br” para advogados; “med.br” destinado a médicos, entre outras menos conhecidas.

“Quem registra um domínio .br acarreta benefícios visíveis para todos os usuários de Internet", reforça Demi Getschko, diretor-presidente do NIC.br. De fato, a assinatura de um registro no Brasil garante um retorno financeiro para o Núcleo. Atualmente, quem registra um endereço .br, paga um total de R$ 40 por ano.

Tal dinheiro é utilizado para mudanças em infraestrutura e conexäo. Por exemplo, o NIC.br trabalha em uma operção de pontos de troca de tráfego, criando novos pontos de interligação de redes. Com isso, há uma diminuição da distância que a informação precisa percorrer nos servidores, diminuindo também o custo do serviço. Outro ponto de investimento de tal montante é para controle de incidentes de segurança e levantamentos estatísticos no Brasil.

O “.br” é utilizado no Brasil desde 1989, inaugurado nas redes acadêmicas da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp). Atualmente, um usuário que registe um domínio possui cópias em servidores também dos Estados Unidos, Europa e Ásia para usuários que estão nestes locais.

Fonte: Canaltech