Mercado abrirá em 4 h 50 min
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,25
    +0,35 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.834,90
    +3,60 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    58.278,61
    +305,71 (+0,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.552,40
    +116,62 (+8,12%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.141,44
    +11,73 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    28.556,09
    -54,56 (-0,19%)
     
  • NIKKEI

    29.518,34
    +160,52 (+0,55%)
     
  • NASDAQ

    13.668,50
    -41,25 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3645
    -0,0006 (-0,01%)
     

Brasil imuniza 1 milhão por dia em meio à escassez de doses

Fernando Travaglini e Caroline Aragaki
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Brasil conseguiu atingir a meta prometida pelo Ministério da Saúde de aplicar diariamente 1 milhão de doses da vacina contra a Covid. A taxa foi atingida na última semana de abril, segundo dados coletados pela Bloomberg.

Estados e o Distrito Federal aplicaram 47.111.974 doses desde o início do programa de vacinação, em meados de janeiro. Desse total, 15.561.257 correspondem à segunda dose.

Com isso, a média móvel de sete dias atingiu o patamar prometido pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, logo que assumiu a pasta, em março. As aplicações até agora são suficientes para cobrir 15% da população com uma dose e imunizar totalmente 7,4%.

A promessa de acelerar a campanha de vacinação em massa veio quando uma nova onda do vírus devastou o Brasil, deixando hospitais sobrecarregados em meio ao aumento de casos e empurrando o número de mortos para além da marca de 400.000.

O ministério autorizou ainda o uso imediato de todas as doses disponíveis, incluindo aquelas armazenadas pelos governos locais para serem administradas como segunda dose. Com atrasos nos embarques de vacinas prontas e insumos, no entanto, diversas cidades ficaram sem imunizantes para complementar o esquema de vacinação daqueles que receberam a primeira dose, de acordo com os jornais.

A escassez ampliou a cobrança sobre o governo, com Queiroga apelando aos países que têm frascos extras para enviá-los ao Brasil.

Enquanto isso, os números da Covid continuam aumentando. O Brasil registrou mais mortes de Covid-19 nos primeiros quatro meses de 2021 do que em todo o ano de 2020. Neste domingo, foram mais 1.202 mortes, levando o total para 407.639. Casos confirmados somam 14,7 milhões, segundo dados do Ministério da Saúde.

A crescente pressão sobre o presidente Jair Bolsonaro também levou o Senado a abrir a CPI da Covid para investigar a resposta errática do governo federal à crise. O comandante da pasta e ex-ministros da Saúde serão ouvidos.

(Atualiza penúltimo parágrafo com dados de mortes por Covid-19)

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.