Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.059,64
    -187,66 (-0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Brasil estuda liberar 4ª dose da vacina para todos com mais de 18 anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O uso da quarta dose da vacina contra a covid-19 deve ser, mais uma vez, ampliado no Brasil. No momento, o Ministério da Saúde estuda liberar a nova dose do imunizante para todos aqueles que têm 18 anos ou mais no país. Ainda não há previsão sobre quando a decisão será oficializada.

"Em 2021, aplicamos duas doses de vacinas. Em 2022, essa deve ser a tendência. Todavia, tem a análise técnica, que precisa ser superada", afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para o jornal Folha de S. Paulo. "Se houver a aprovação [da quarta dose da vacina] para os adultos acima de 18 anos, todos que tomaram a dose de reforço há mais de quatro meses estariam aptos", acrescenta o ministro.

Brasil pode liberar a quarta dose da vacina contra a covid-19 para todos com mais de 18 anos (Imagem: Prostock-studio/Envato Elements)
Brasil pode liberar a quarta dose da vacina contra a covid-19 para todos com mais de 18 anos (Imagem: Prostock-studio/Envato Elements)

Caso a área técnica da Saúde aprove o uso da quarta dose da vacina por todos com mais de 18 anos, a convocação não será de forma escalonada e nem separada por faixas etárias. Segundo Queiroga, todos poderão receber a dose extra do imunizante contra o coronavírus SARS-CoV-2.

Quem já pode receber a quarta dose no Brasil?

Até o momento, a Saúde recomenda a aplicação da quarta dose da vacina apenas em pessoas com mais de 50 anos, profissionais de saúde ou imunossuprimidos — como aqueles que enfrentam um câncer, passaram por algum transplante de órgão ou convivem com o HIV.

Antes de liberar para todos com mias de 18 anos, é previsto que o Ministério da Saúde amplie o uso da quarta dose, até o final deste semana, de forma menos abrangente. Inicialmente, o acesso à vacina deve incluir pessoas com mais de 40 anos. De forma independente, algumas cidades brasileiras já imunizam pessoas nesta faixa etária, como Distrito Federal, Teresina, Belém e a cidade do Rio de Janeiro.

Qual vacina deve ser usada no reforço?

Vale lembrar que, para receber quarta dose da vacina, a pessoa deve ter recebido a dose anterior do imunizante contra a covid-19 há pelo menos quatro meses. Segundo a Saúde, poderá ser usada uma das seguintes vacinas, independentemente da dose aplicada anteriormente:

  • Pfizer/BioNTech;

  • Janssen (Johnson & Johnson);

  • AstraZeneca/Fiocruz.

No momento, a Saúde não aconselha o uso do imunizante CoronaVac para a segunda dose de reforço contra a covid-19.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos