Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,60
    +0,30 (+0,41%)
     
  • OURO

    1.776,50
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    34.470,88
    +1.392,48 (+4,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    829,80
    +43,18 (+5,49%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    29.002,67
    +120,21 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    29.053,80
    +178,57 (+0,62%)
     
  • NASDAQ

    14.340,75
    -13,50 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8677
    +0,0054 (+0,09%)
     

Brasil está entre os países escolhidos para competição mundial de cibersegurança

·2 minuto de leitura

Conhecido pelo tamanho de sua população e por cultivar um número notável de especialistas em segurança, o Brasil vai ter lugar de destaque em uma competição de nível mundial no setor. O país será um dos poucos selecionador a ter uma equipe independente participando do International Cyber Security Challenge (ICSC), competição em escala global criada pela organização do tradicional European Cyber Security Challenge (ECSC).

A equipe será organizada por Rafael Narezzi, CEO da 4 CyberSec e idealizador do Cyber Security Summit Brasil, que faz parte do Comitê Diretivo do ICSC. “O Brasil possui grandes talentos na área de cibersegurança, que já participaram em importantes competições globais e são muito bem treinados e qualificados. Estou muito feliz e orgulho em poder ser nomeado como membro do Comitê Diretivo e, com isso, ter a possibilidade de formar um time para ser campeão”, afirmou.

Além de Narezzi, a equipe contará com a ajuda de outros experts em segurança em sua comissão técnica, que será a responsável pela escolha dos integrantes. A participação brasileira no ICSC conta com o patrocínio institucional da Delegação da União Europeia no Brasil e deve ser uma oportunidade para reforçar os laços entre o bloco e nosso país.

Evento quer aumentar a conscientização sobre cibersegurança

O ICSC será coordenado pela Agência da União Europeia para a Cibersegurança (ENISA) e tem como objetivo sensibilizar e conscientizar as comunidades mundiais sobre as habilidades necessárias para o mercado de segurança cibernética. Em um momento no qual uma pesquisa da Tempest Security revela que aproximadamente 56,7% das empresas se encontram vulneráveis — e 30% se consideram seguras mesmo estando abaixo das exigências do mercado —, a competição global surge como uma forma de promover boas práticas e soluções viáveis.

A competição será realizada entre os dias 7 e 11 de dezembro na cidade de Atenas, Grécia, e vai trazer desafios em áreas como engenharia reversa, criptografia, hardware, perícia, salas de escape, aplicações da web e exploração de sistemas. Ao todo, nove equipes de diferentes partes do mundo vão disputar a chance de provar que são os melhores especialistas da área de segurança digital.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos