Mercado fechará em 1 h 51 min
  • BOVESPA

    100.772,25
    +2.099,99 (+2,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.281,17
    +539,67 (+1,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,24
    +2,62 (+2,43%)
     
  • OURO

    1.825,30
    -5,00 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    20.665,56
    -556,09 (-2,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    451,43
    -10,37 (-2,25%)
     
  • S&P500

    3.898,83
    -12,91 (-0,33%)
     
  • DOW JONES

    31.417,32
    -83,36 (-0,26%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.041,25
    -99,25 (-0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5339
    -0,0185 (-0,33%)
     

Brasil e outros cinco países apresentam candidatos a diretor da Opas

Brasil, Panamá, México, Colômbia, Uruguai e Haiti apresentaram candidatos a dirigir a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) durante os próximos cinco anos, anunciou nesta quinta-feira (2) a entidade que atua como escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas.

O nome proposto pelo Brasil é o pernambucano Jarbas Barbosa da Silva Jr., doutor em saúde pública pela Universidade de Campinas (Unicamp) e atual diretor-assistente da organização. Antes de assumir o cargo na Opas, o médico sanitarista foi diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Brasil entre 2015 e 2018.

Os outros candidatos são o panamenho Camilo Alleyne, a haitiana Florence Duperval Guillaume, a mexicana Nadine Flora Gasman Zylbermann, o colombiano Fernando Ruiz Gómez e o uruguaio Daniel Salinas, informou o comitê executivo da Opas em comunicado.

A eleição do próximo diretor será realizada por votação secreta durante a 30ª Conferência Sanitária Pan-Americana, que acontece entre os dias 26 e 30 de setembro.

O candidato que receber a maioria dos votos dos Estados-membros será nomeado para um mandato de cinco anos, e poderá ser reeleito uma vez.

O vencedor assumirá o cargo em 1º de fevereiro de 2023 e substituirá Carissa F. Etienne, de Dominica, que completará dois mandatos, cujos últimos anos foram marcados pela luta contra a pandemia de covid-19.

A Opas completa este ano 120 anos de trabalho na promoção da saúde em toda a região.

A organização foi fundada em 1902 como Repartição Sanitária Internacional para fazer frente à propagação de doenças infecciosas em uma época de rápida expansão do transporte marítimo.

Em 1923, passou a se chamar Repartição Sanitária Pan-Americana, e posteriormente Organização Pan-Americana da Saúde, em 1958. A Opas funciona tanto como escritório regional para as Américas da OMS como a organização especializada em saúde do Sistema Interamericano.

erl/gm/rpr/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos