Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.189,19
    -54,18 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Brasil confirma 3º caso da varíola dos macacos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Ministério da Saúde confirmou, no domingo (12), o terceiro caso da varíola dos macacos (monkeypox) diagnosticado no Brasil. O último foi identificado na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Enquanto isso, os outros dois pacientes infectados estão no estado de São Paulo.

Além dos casos oficialmente confirmados, outros seis suspeitas da varíola dos macacos estão em investigação. Independente do resultado do exames, todos seguem em monitoramento e estão isolados, segundo a Saúde.

Brasil identifica terceiro caso da varíola dos macacos (Imagem: Paul B. Dean/CDC)
Brasil identifica terceiro caso da varíola dos macacos (Imagem: Paul B. Dean/CDC)

Varíola dos macacos no Rio Grande do Sul

Em nota, a Secretaria da Saúde (SES) do Rio Grande do Sul detalhou o caso do paciente infectado pela varíola dos macacos no estado. É um homem, de 51 anos, que contraiu o vírus após uma viagem para Portugal — um dos epicentros da doença em países não endêmicos. Atualmente, ele está em isolamento na cidade de Porto Alegre.

A infecção começou a ser investigada no dia 19 de maio, quando o homem buscou por atendimento médico. De acordo com o SES, "o paciente está evoluindo bem e segue em isolamento em domicílio junto com os seus contatos".

Infecção diagnosticada em São Paulo

Agora, em São Paulo, foram confirmados dois outros casos da varíola dos macacos, segundo Secretaria de Saúde (SES) de São Paulo. O primeiro diagnóstico foi anunciado na última quinta-feira (9). Este paciente é morador da capital, tem 41 anos e está internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

Já a segunda ocorrência da varíola dos macacos foi detectada em um homem, de 29 anos, que está isolado em sua residência em Vinhedo, no interior do estado. Segundo a SES, ambos apresentam bom estado de saúde.

Entre os principais sintomas da infecção pelo vírus monkeypox, estão: febre, erupção cutânea e adenomegalia (linfonodos do pescoço). Para conhecer a lista completa de marcadores da doença, o Canaltech preparou um especial sobre os sinais e sintomas da doença.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos