Brasil e China fecham detalhes de swap em moeda local

Os presidentes do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, e da China, Zhou Xiaochuan, acertaram na noite deste domingo (6) detalhes para a criação de uma linha de crédito em moeda local - conhecido como swap em moeda local - no valor equivalente a US$ 30 bilhões. O acerto aconteceu em uma reunião bilateral entre os dois banqueiros centrais na sede do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês) na Suíça.

Segundo o BC, o acordo será formalmente assinado "nas próximas semanas", mas ainda sem data e local definidos. Na ocasião, serão detalhados aspectos como o prazo e eventual juro da transação. Uma possibilidade não confirmada pela autoridade monetária é que Brasil e China assinem o acordo durante o próximo encontro do G20 em meados de fevereiro em Moscou, na Rússia.

A intenção de realizar a operação havia sido anunciada em junho pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, após o encontro da presidente Dilma Rousseff com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, durante a Rio+20 na capital fluminense. Desde então, técnicos das equipes econômicas dos dois países trabalhavam na formatação da transação.

O swap de moedas é uma linha de crédito em moeda local acertada entre dois países e que, em caso de necessidade, está disponível para ambos. É uma espécie de "cheque especial" entre BCs. Quando assinado o acordo, o Brasil terá à disposição linha de crédito equivalente a US$ 30 bilhões em yuans - cerca de 185 bilhões de yuans - e que poderá ser usada se o BC brasileiro julgar necessário. Já a China terá linha idêntica, mas em reais - cerca de R$ 61 bilhões.

Linha parecida foi acertada entre o BC do Brasil e o Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos após a crise de 2008, quando os dois países também deixaram recursos à disposição para o caso de necessidade. A linha, porém, não foi usada.

Na época, o BC explicou que o acordo demonstrava a relevância crescente do Brasil no contexto econômico mundial e revelava ainda a importância do País, que passou a contar com linha idêntica à oferecida pelo Fed aos grandes BCs do mundo.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,2641+0,0344+1,07%
    USDBRL=X
    3,6549+0,0107+0,29%
    EURBRL=X
    0,8928+0,0069+0,78%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    12,55+0,02+0,16%
    PETR4.SA
    3,58+0,22+6,55%
    USIM5.SA
    3,67+0,05+1,38%
    GOAU4.SA
    15,07-0,34-2,21%
    VALE5.SA
    8,58+0,08+0,94%
    ITSA4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    1,67+0,37+28,46%
    PSVM11.SA
    37,50+7,50+25,00%
    CBEE3.SA
    5,00+0,94+23,15%
    ENGI3.SA
    3,59+0,59+19,67%
    OIBR3.SA
    2,37+0,27+12,86%
    OIBR4.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    33,11-6,76-16,96%
    BAZA3.SA
    2,20-0,21-8,71%
    MWET4.SA
    1,79-0,17-8,67%
    CTSA4.SA
    2,25-0,19-7,79%
    HAGA4.SA
    2,53-0,16-5,95%
    VIVR3.SA