Mercado abrirá em 4 h 9 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,29
    -0,10 (-0,27%)
     
  • OURO

    1.882,10
    +2,90 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    13.159,29
    -82,67 (-0,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,52
    -12,17 (-4,46%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.570,30
    -138,50 (-0,56%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.230,75
    +98,00 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7382
    +0,0038 (+0,06%)
     

Bom treino em Itaquera: Brasil 5 x 0 Bolívia

Mauro Beting
·1 minuto de leitura
Ele não fez - não precisou. FOTO Amanda Perobelli - Pool/Getty Images
Ele não fez - não precisou. FOTO Amanda Perobelli - Pool/Getty Images

Com 3 minutos, se já estivesse 2 a 0 não seria absurdo pelo que o Brasil começou produzindo na Neo Química Arena. No final do jogo, com Neymar triste por não marcar ao menos um gol no time Z boliviano, e quase tendo marcado um belo gol de falta, a Seleção criou 15 chances e marcou cinco gols.

Normal. Natural. Esperado. E mais não se pode cobrar, e nem celebrar.

Mas tem algumas coisas interessantes no Brasil de Tite: Renan Lodi (o melhor em campo) como um ponta-esquerda na prática (8 das 15 chances criadas pelo setor dele), com o ótimo Douglas Luiz na contenção e criação. Danilo como lateral construtor por dentro (e dando o passe para o primeiro gol de Marquinhos). Casemiro protegendo bem os dois de trás e saindo corretamente para o jogo em que se esperava mais de Coutinho (apesar do quinto gol de cabeça), e também mais de Everton Cebolinha (embora ele funcione pouco pela direita, como se viu de novo).

Firmino mais enfiado pode dar mais gols e mais jogo. Mas o adversário era fragilíssimo. Não vale como referência.

E talvez por isso se possa cobrar mais de Neymar, que sofreu poucas faltas, e desta vez pouco participou dos lances ofensivos.

Mas muito mais não tem como falar.

A não ser que o time quase todo possa ser repetido contra o Peru. Embora eu ainda pensaria muito em Everton Ribeiro começando o jogo em Lima. Pelo que tem jogado. E pelo que não jogaram Everton e Rodrygo.