Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.690,45
    -1.370,64 (-2,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Brasil atinge menor taxa histórica de transmissão da covid, diz Imperial College

·2 minuto de leitura

Com mais de 600 mil óbitos registrados em decorrência do coronavírus SARS-CoV-2, a covid-19 perde força, de forma consistente, no Brasil. Desde quando começou a ser medida em abril do ano passado, a taxa de transmissão — também conhecido como Rt ou taxa R — chegou ao menor número já registrado no país. É o que aponta o mais recente levantamento do Imperial College de Londres, divulgado na segunda-feira (11).

No Brasil, a taxa de transmissão da covid-19 é calculada em 0,60. Este cálculo considera a média das estimativas de mortes na comparação das duas últimas semanas e é um importante indicador da situação da epidemia. Quando é menor que 1, a taxa aponta para um cenário de controle da doença.

Brasil atinge menor taxa histórica de transmissão da covid-19 (Imagem: Reprodução/ Imperial College de Londres)
Brasil atinge menor taxa histórica de transmissão da covid-19 (Imagem: Reprodução/ Imperial College de Londres)

Vale observar que, de acordo com o Consórcio Nacional de Veículos da Imprensa, 46,8% da população brasileira está totalmente imunizada contra a covid-19. A porcentagem equivale a 99,9 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo — duas doses ou imunizante de dose única. Além disso, a dose de reforço foi aplicada em mais de 2,4 milhões de pessoas.

Taxa de transmissão menor que 1

De maneira geral, quando a taxa de transmissão é superior a 1, cada infectado transmite a infecção para mais de uma pessoa e a covid-19 avança. Afinal, cada 100 pacientes contaminados devem transmitir o coronavírus para outras 100 pessoas saudáveis, ou seja, não existe queda, apenas manutenção dos índices.

Agora, com a taxa em 0,6, cada 100 pacientes transmitem a covid-19 para 60 pessoas saudáveis e a percepção é de que a doença tende a ser controlada, já que o número de novos casos começa a cair, de forma significativa. Pela margem de erro das estatísticas calculadas, essa taxa pode ser maior (0,79) ou menor (0,24). Em ambos os cenários, há o declínio da covid-19 no Brasil.

O levantamento do Imperial College de Londres ainda estima que o Brasil deve registrar cerca de 1.600 mortes nesta semana — podendo variar de 942 a 1.820. Este número já é menor que o registrado na semana passada, de 1.636 óbitos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos