Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.311,74
    +19,00 (+0,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5554
    +0,0498 (+0,90%)
     

Brasil alcança 1 milhão de sistemas de geração distribuída de energia solar, diz Absolar

Painéis de energia solar em Porto Feliz (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil atingiu a marca de 1 milhão de sistemas de geração de energia solar instalados em telhados, fachadas e pequenos terrenos, somando mais de 10,6 gigawatts (GW) em potência, segundo mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) divulgado nesta segunda-feira.

A capacidade instalada da geração distribuída solar --usinas com até 5 MW construídas no próprio local de consumo ou próximo a ele-- já ultrapassou a das grandes usinas da fonte no país, e hoje representa mais de 67% da potência total.

Os consumidores residenciais lideram o uso da energia solar distribuída tanto em quantidade de sistemas conectados à rede (77,6% do total), quanto em potência instalada (45,4%), de acordo com o levantamento da Absolar. Em seguida, vêm os pequenos negócios dos setores de comércio e serviços, com 12,5% das conexões e 32,3% da potência.

Os sistemas são usados ainda por consumidores rurais, indústrias, poder público, serviços públicos e iluminação pública.

A Absolar estima que o segmento tenha recebido cerca de 57,4 bilhões de reais em investimentos privados desde 2012, quando foi instituída a regulamentação para a geração distribuída pela Agência Nacional de Energia Elétrica.

Pelas estimativas da entidade, 2022 poderá ser o melhor ano da energia solar já registrado desde 2012. A expectativa é de que a potência operacional instalada praticamente dobre ante 2021, superando 17 GW, impulsionada pelos aumentos nas tarifas de energia elétrica acima da inflação e pela publicação do mercado regulatório do segmento.

(Por Letícia Fucuchima)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos