Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.942,29
    -16,28 (-0,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Brasil é o segundo país com mais serviços públicos digitalizados

A transformação digital nos serviços públicos já era um processo em andamento no governo brasileiro há alguns anos antes da pandemia de covid, e, com o distanciamento social, ganhou ainda mais importância. Por isso mesmo, seu processo foi agilizado e o resultado foi reconhecido pelo Banco Mundial: a entidade reconheceu o Brasil como o segundo país com a mais alta maturidade como governo digital.

A avaliação foi publicada no relatório GovTech Maturity Index 2022, índice divulgado na quarta-feira passada (16), que considera o estado atual da transformação digital do serviço público em 198 economias globais. O Brasil teve o maior avanço entre as nações avaliadas, com cinco posições acima do status publicado no ranking de 2021.

O ranking dos dez líderes em governo digital do mundo traz a Coreia do Sul em primeiro lugar, seguida por Brasil, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Estônia, França, Índia, Lituânia, Mongólia e Rússia.

Brasil tem ampla oferta de serviços digitais via gov.br

A plataforma gov.br conta com 140 milhões de usuários, o equivalente a 80% da população brasileira acima de 18 anos, segundo a assessoria do governo. O ecossistema gov.br permite o acesso com senha única a milhares de serviços digitais, o que facilita a obtenção de informações e o relacionamento do cidadão com a administração pública.

Entre os serviços de destaque disponíveis estão s Carteiras Digitais de Trânsito e de Trabalho, Abono Salarial, Certificado de Vacinação, Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), além do Valores a Receber, do Banco Central.

O Banco Mundial também reconheceu a evolução brasileira em governo digital na oferta para a população da declaração pré-preenchida do imposto de renda por meio da conta gov.br; o maior engajamento dos cidadãos na avaliação dos serviços, com a criação da plataforma de feedback; o incentivo à atuação das startups Govtechs na transformação digital do país; a criação de páginas específicas no gov.br com serviços digitais de Seguridade Social e Trabalho e Emprego; e avanços na interoperabilidade dos sistemas governamentais centrais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: