Mercado abrirá em 7 hs
  • BOVESPA

    107.664,35
    -786,85 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.102,55
    -339,66 (-0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,24
    +0,01 (+0,01%)
     
  • OURO

    1.674,70
    +6,10 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    19.457,71
    +17,21 (+0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,47
    -1,51 (-0,34%)
     
  • S&P500

    3.640,47
    -78,57 (-2,11%)
     
  • DOW JONES

    29.225,61
    -458,13 (-1,54%)
     
  • FTSE

    6.881,59
    -123,80 (-1,77%)
     
  • HANG SENG

    17.202,38
    +36,51 (+0,21%)
     
  • NIKKEI

    25.867,78
    -554,27 (-2,10%)
     
  • NASDAQ

    11.247,25
    +19,00 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3075
    +0,0095 (+0,18%)
     

Brandon Moreno pede desculpas a Deiveson Figueiredo e ao Brasil por comentários racistas de seu treinador

·3 min de leitura


Brandon Moreno, desafiante do brasileiro Deiveson Figueiredo na disputa pelo cinturão do peso-mosca, lamentou o ato racista de seu treinador e pediu desculpas ao atual campeão e ao Brasil. Em seu perfil em uma rede social, Marcelo Rojo, mentor do lutador mexicano, colocou um filtro de macaco no rosto de Deiveson enquanto se apresentava na coletiva de imprensa do UFC.
+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

Rojo começou com uma publicação de uma foto de Figueiredo enquanto falava ao microfone com o rosto de um macaco por cima do lutador. A foto era acompanhada da legenda "essa postura só demonstra medo, suas mão vão te fazer falta".

O argentino continuou fazendo uma transmissão ao vivo no Instagram, onde colocava o filtro no rosto de Figueiredo, enquanto seus seguidores riam e também faziam comentários racistas. Um internauta chegou a dizer: "o macaco brasileiro não sabe falar inglês".

- Me sinto muito mal com tudo o que aconteceu porque sou um embaixador do amor no mundo e isso foi uma coisa que aconteceu no meu time. Eu falei: "por favor né, gente?". Fiquei muito irritado no início. Sei que todo mundo comete erros e que nessa nova era em que estamos vivendo, com a cultura do cancelamento, a gente nunca dá a oportunidade pra pessoa aprender e se desenvolver com os erros. Mas foi um erro grave e em nome do meu time eu quero pedir desculpas. Quero que meu time aprenda com isso e que tente ser um time melhor nesses novos tempos em que estamos vivendo - disse Moreno ao canal "Combate".

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

Em seguida, manda uma mensagem ao Brasil.

- Eu tive a oportunidade de conhecer o Brasil, estive lá em março do ano passado, quando lutei contra o Jussier Formiga, e os brasileiros são maravilhosos. É por isso que me sinto muito mal com tudo isso. As pessoas começaram a falar que meu treinador é racista e isso me deixou mal. Eu sou um embaixador do amor e quero aproveitar para pedir desculpas para todo mundo e dizer que eu amo vocês - completou.

Dana White, chefão do UFC, afirmou não ter tido conhecimento prévio sobre o ocorrido, entretanto, considerou o gesto do treinador argentino como "nojento".

- Eu fiquei sabendo hoje de manhã. Não sei todos os detalhes ainda para falar com propriedade, sei que algo aconteceu nesse sentido e que quem fez as postagens pediu desculpas. Algumas coisas horríveis também foram enviadas por mensagem privada para o Israel Adesanya e eu fiquei sabendo hoje. Eu não sei nem o que dizer sobre isso. É nojento. Não sei nem o que mais posso falar, mas ouça, no final das contas esse é o negócio das lutas e muitas coisas mesquinhas acontecem aqui. Muitas coisas ruins são faladas em provocações, coisas racistas, nojentas e elas me deixam com vontade de vomitar, mas o que eu posso fazer? - afirmou Dana White.

Neste sábado, a partir das 23h, o card principal do UFC 263 é aberto. Além do confronto entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno, a noite de lutas também contemplará o duelo entre Israel Adesanya x Marvin Vettori, pela disputa do cinturão do peso-médio.