Mercado fechará em 6 h 25 min
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,66
    -0,22 (-0,29%)
     
  • OURO

    1.929,90
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    23.529,33
    -292,20 (-1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    537,27
    -8,05 (-1,48%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.839,90
    +19,74 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.690,50
    -156,25 (-1,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5624
    +0,0727 (+1,32%)
     

Brainard, do Fed, concorre ao cargo de chefia econômica da Casa Branca, dizem fontes

Vice-chair do Federal Reserve, Lael Brainard, fala na Escola de Governo John F. Kennedy da Universidade de Harvard em Cambridge, EUA

(Reuters) - A vice-chair do Federal Reserve, Lael Brainard, é uma candidata ao cargo mais alto de política econômica da Casa Branca e junta-se a uma lista que inclui o vice-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Wally Adeyemo, e a secretária de Comércio, Gina Raimondo, disseram duas pessoas familiarizadas com o processo nesta quarta-feira.

Atualmente, Brainard é a número 2 do banco central dos Estados Unidos, onde desempenha um papel influente na política monetária e na regulação conforme o Fed luta para combater a inflação alta.

O presidente dos EUA, Joe Biden, está em busca de um substituto para o atual diretor do Conselho Econômico Nacional (NEC, na sigla em inglês), Brian Deese, que deve deixar o posto em breve. Entrevistas para substituí-lo ainda estão em andamento, de acordo com as fontes, que se recusaram a discutir o processo de nomeação em curso.

A Casa Branca e o Fed se recusaram a comentar.

Biden também deve considerar outros candidatos ao cargo, incluindo Gene Sperling, assessor econômico sênior de Biden responsável pelos gastos com estímulos durante a pandemia e diretor do NEC nos governos de Bill Clinton e Barack Obama, e Bharat Ramamurti, vice-diretor do NEC, informaram as fontes.

O próximo diretor do NEC ficará encarregado por moldar a política econômica do governo democrata, por meio de ordens executivas a projetos de lei de gastos do Congresso e aumento do limite da dívida, diante de uma Câmara dos Deputados mais hostil, agora controlada por republicanos. A equipe de Biden também começa a elaborar uma mensagem econômica para sua esperada campanha de reeleição em 2024.

A agenda econômica populista de Biden incluiu um foco no fortalecimento dos sindicatos, melhorias na concorrência entre empresas, mudanças no código tributário com créditos para pais e defesa da política industrial em áreas como veículos elétricos e fabricação de semicondutores para competir melhor com a China.

Se Brainard for escolhida para o principal cargo do NEC, o banco central norte-americano ficará com um papel fundamental não preenchido em um momento em que ainda tenta reduzir a inflação sem causar uma recessão.

Brainard, uma democrata, está no Fed há quase uma década. Ela perdeu o posto de chefia do banco central quando Biden renomeou o chair do Fed, Jerome Powell, no final de 2021, mas foi elevada à segunda posição de comando.

(Por Lindsay Dunsmuir)