Mercado fechará em 1 h 43 min
  • BOVESPA

    117.051,10
    +820,98 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.717,18
    -329,40 (-0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,82
    +1,30 (+1,50%)
     
  • OURO

    1.722,70
    -7,80 (-0,45%)
     
  • BTC-USD

    20.156,32
    +101,22 (+0,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,83
    -1,58 (-0,34%)
     
  • S&P500

    3.778,21
    -12,72 (-0,34%)
     
  • DOW JONES

    30.258,50
    -57,82 (-0,19%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.582,75
    -58,00 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1373
    -0,0306 (-0,59%)
     

Bradesco BBI eleva projeção de lucro para Itaú em 2023; preço-alvo sobe a R$38

SÃO PAULO (Reuters) - Analistas do Bradesco BBI elevaram suas projeções para o resultado do Itaú Unibanco em 2023, bem como o preço-alvo das suas ações preferenciais, de 34 reais para 38 reais, enquanto reiteraram recomendação 'outperform', conforme relatório a clientes no final da quarta-feira.

Gustavo Schroden e equipe agora estimam lucro líquido de 37,093 bilhões de reais no próximo ano para o maior conglomerado financeiro da América Latina, de projeção anterior de 33,589 bilhões de reais. Para 2022, foi mantido o prognóstico de lucro líquido de 31,963 bilhões de reais.

A projeção do retorno sobre o patrimônio médio (ROAE) para 2023 passou de 20% para 21,5%, enquanto para o ano corrente seguiu em 20,7%.

"As principais mudanças são o aumento da margem financeira líquida (NII) devido aos impactos positivos de uma taxa Selic média mais alta em 2023, e o melhor mix de empréstimos construído ao longo de 2022", afirmaram os analistas, elevando em 7,6% a previsão de NII antes de provisões para 2023, a 104,9 bilhões de reais.

Para 2022, eles calculam essa métrica em 92,1 bilhões de reais.

Esse desempenho, na visão da equipe do Bradesco BBI, deve ajudar a mais do que compensar o aumento esperado no custo de capital - ele projetam uma taxa de 3,5% em 2023 e de 3,3% em 2022 - e as despesas operacionais maiores devido à possibilidade de aumento salarial por dissídio coletivo.

"Nós reiteramos nosso rating 'outperform', apoiado por um forte momentum de lucros - apesar da pressão da qualidade dos ativos em empréstimos não garantidos - e um valuation ainda atraente", afirmaram, citando o múltiplo preço sobre lucro estimado para 2023 de 7,5 vezes.

Em 2022, as ações preferenciais do Itaú acumulam valorização de 39,1%, tendo encerrado na quarta-feira a 28,30 reais cada. Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa contabiliza no mesmo período avanço de 7,5%.

(Por Paula Arend Laier)