Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.855,91
    +163,59 (+0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Braçadeira, esporro, gols e assistência: Gabigol brilha e leva Flamengo à final do Carioca

·1 minuto de leitura

Idolatria se conquista com dedicação, identificação e taças conquistadas, certo? Pois bem, em dois anos e meio de Flamengo, Gabriel Barbosa já construiu tudo isso e um pouco mais, empilhando marcas e feitos emblemáticos, como igualar o número de gols de Zico entre os maiores artilheiros do time carioca na Libertadores. Na noite deste sábado (8), Gabi deu mais uma demonstração de seu tamanho, pedindo para jogar a semifinal contra o Volta Redonda, dias depois de um duelo duro na altitude de Quito.

O camisa 9 não só esteve em campo em meio a um time recheado de suplentes, como conduziu a vitória rubro-negra por 4 a 1: anotou dois gols, deu uma assistência, passou instruções para seus companheiros e deu até esporro em Michael, exercendo a liderança que se espera de um capitão. Sim, Gabi portou a braçadeira de capitão do Flamengo nesta noite, já que Everton Ribeiro, Diego e Diego Alves não estiveram em campo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.