Mercado abrirá em 4 h 30 min
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,25
    -0,41 (-0,56%)
     
  • OURO

    1.776,50
    -6,40 (-0,36%)
     
  • BTC-USD

    32.113,96
    -1.159,78 (-3,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    766,42
    -83,93 (-9,87%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.074,25
    +11,96 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.085,25
    -44,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9719
    -0,0034 (-0,06%)
     

BP Bunge lança programa para canavieiros; inclui fixação de ATR e crédito

·2 minuto de leitura
Canavial em Ribeirão Preto (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - A BP Bunge Bioenergia, joint venture formada pelas gigantes das commodities no setor de açúcar e etanol do Brasil, anunciou nesta segunda-feira o lançamento de uma plataforma de negócios para fornecedores de cana do país, que oferecerá mecanismos como fixação do açúcar total recuperável (ATR), repasses de diesel e acesso a crédito.

Batizado de Allia e com operações já a partir de maio, o programa tem como objetivo, segundo a companhia, promover a eficiência e a produtividade entre os fornecedores da matéria-prima sucroalcooleira.

Para a BP Bunge Bioenergia, o grande diferencial da iniciativa é a fixação do ATR, que garantiria mais previsibilidade à receita do produtor.

"O Allia é um programa de relacionamento, incentivo e fidelização para ampliar a sustentabilidade das parcerias", disse em nota o diretor de Originação, Logística e Suprimentos da BP Bunge Bioenergia, Adriano Dalbem.

"Buscamos para eles (produtores) serviços e benefícios para criar alianças de longo prazo, que vão além da transferência de tecnologia, agenda técnica e reconhecimento. Oferecemos itens que reduzem o risco e geram maior previsibilidade para o negócio", acrescentou o executivo.

No segmento de crédito, o programa Allia fornecerá crédito para tratos culturais e plantio de cana "com taxas de juros atrativas", afirmou a BP Bunge Bioenergia, embora sem fornecer mais detalhes.

A iniciativa também prevê o repasse de diesel aos produtores "com valores competitivos".

Além disso, a companhia ainda destacou mecanismos como o convênio com parceiros fornecedores de insumos e de serviços, citando benefícios obtidos por compras em grande escala, e uma parceria Barter que possibilita o pagamento dos benefícios com cana.

A jointe venture entre BP e Bunge possui 11 unidades agroindustriais no Brasil, com capacidade de moagem de cerca de 32 milhões de toneladas de cana por ano, e é responsável pela gestão de 450 mil hectares em canaviais.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos