Mercado fechará em 5 h 26 min
  • BOVESPA

    112.464,22
    +2.214,49 (+2,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.335,03
    +506,90 (+1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,88
    +1,39 (+1,97%)
     
  • OURO

    1.775,80
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    42.511,25
    -157,30 (-0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.059,55
    +19,07 (+1,83%)
     
  • S&P500

    4.393,38
    +39,19 (+0,90%)
     
  • DOW JONES

    34.280,94
    +361,10 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.081,13
    +100,15 (+1,43%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.110,75
    +86,75 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1977
    +0,0186 (+0,30%)
     

BP Bunge e Coopercitrus realizam 1ª operação de barter com fixação de ATR de cana

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A BP Bunge Bioenergia, joint venture formada pelas gigantes das commodities BP e Bunge no setor de açúcar e etanol do Brasil, realizou em parceria com a cooperativa Coopercitrus a primeira operação completa de barter a partir da fixação de preços futuros de açúcares totais recuperáveis (ATR) de cana do mundo, informaram as partes nesta sexta-feira.

O barter é uma operação na qual o financiamento dos insumos, defensivos, fertilizantes e serviços para a lavoura ocorre por meio do uso uma parte da produção como moeda de troca para o pagamento das despesas.

A transação realizada por BP Bunge e Coopercitrus faz parte do programa Allia, lançado em maio pela empresa sucroalcooleira, e envolveu a companhia goiana Avance Agropecuária, que terá garantida a fixação de seus custos de insumos, taxas financeiras e o preço final do ATR produzido a partir de negociação antecipada com a BP Bunge.

"A Coopercitrus fomentou o negócio da venda e a oportunidade de receber em quilos de açúcar, enquanto a BP Bunge negocia e trava o preço do meu açúcar que eu fechei com a cooperativa", explicou em nota o proprietário da Avance, Nycollas Cestari, que disse ter visto no movimento "uma oportunidade em meio a tantas incertezas".

A BP Bunge agora espera que, realizada a primeira operação de barter com ATR de cana (o movimento é mais comum em outras commodities), a iniciativa ganhe corpo. O diretor de Originação e Suprimentos da companhia, Adriano Dalbem, acredita que a alternativa pode reforçar a sustentabilidade das empresas no longo prazo.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos