Mercado abrirá em 1 h 54 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,67
    +0,62 (+0,95%)
     
  • OURO

    1.700,30
    +22,30 (+1,33%)
     
  • BTC-USD

    54.172,11
    +4.248,21 (+8,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.093,92
    +69,71 (+6,81%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.749,66
    +30,53 (+0,45%)
     
  • HANG SENG

    28.773,23
    +232,40 (+0,81%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.556,25
    +259,00 (+2,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9925
    +0,0327 (+0,47%)
     

BP anuncia grande prejuízo em 2020

·1 minuto de leitura
O grupo britânico BP anunciou um prejuízo líquido de 20,3 bilhões de dólares em 2020

O grupo britânico BP anunciou nesta terça-feira um prejuízo líquido de 20,3 bilhões de dólares em 2020 devido à queda dos preços do petróleo, provocada pela crise de saúde, mas prevê uma recuperação do mercado.

A empresa havia registrado lucro líquido de 4 bilhões de dólares em 2019, antes da pandemia, afirma um comunicado.

"Nosso setor foi muito afetado pela crise de saúde. O transporte por estrada e o aéreo estão em queda, assim como a demanda de petróleo, os preços e as margens", afirmou Bernard Looney, diretor geral da BP.

Como consequência da redução do consumo, em particular no início do ano passado, após o primeiros confinamentos, os preços do petróleo caíram a mínimos históricos e registraram números negativos em abril.

Depois subiram a um pouco mais de 50 dólares, mas continuam abaixo dos níveis do início de 2020.

A BP observa ainda que os preços subiram desde o fim de outubro, auxiliados pela decisão da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e de seus sócios de reduzir a produção e, mais recentemente, pelas esperanças da vacinação.

"Esperamos dias muito melhores para todos em 2021", disse Looney.

O grupo espera a recuperação da demanda este ano, mas prevê dificuldades no primeiro trimestre devido às novas restrições provocadas pelas variantes do vírus.

Em 2020 a BP vendeu o petróleo a um preço médio de entre 39 e 42 dólares, contra entre US$ 57 e 64 em 2019.

jbo/pc/zm/fp