BP afirma que 4 funcionários estão desaparecidos após ataque ao campo de gás

Londres, 19 jan (EFE).- Quatro funcionários da multinacional BP no campo de gás de In Amenas, na Argélia, não foram localizados e a empresa teme que estejam entre os falecidos, informou neste sábado a empresa britânica.

O executivo-chefe do multinacional, Bob Dudley, afirmou em entrevista coletiva que não puderam confirmar a localização desses quatro empregados e que há "graves temores" que possam estar entre os falecidos.

Após quatro dias de crise, o sequestro no campo de gás por parte de terroristas terminou hoje com o ataque final das forças armadas argelinas.

Fontes oficiais citadas pela agência estatal argelina "APS" indicaram que pelo menos sete reféns e 11 terroristas morreram hoje no ataque ao campo, propriedade da empresa estatal argelina Sonatrach, que o explorava conjuntamente com a BP e a norueguesa Statoil. EFE

Carregando...