Mercado abrirá em 5 h 55 min
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,76 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,86
    -0,25 (-0,28%)
     
  • OURO

    1.775,60
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    23.383,91
    -1.011,39 (-4,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    556,05
    -16,76 (-2,93%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,68 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.515,75
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    19.726,53
    -195,92 (-0,98%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.420,75
    -72,50 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2473
    -0,0119 (-0,23%)
     

Bowman, do Fed, diz que mais altas de 0,75 p.p. devem estar na mesa

Por Lindsay Dunsmuir

(Reuters) - O Federal Reserve deve considerar mais aumentos de 0,75 ponto percentual na taxa de juros nas próximas reuniões, a fim de trazer a alta inflação de volta à meta do banco central, disse a diretora do Fed, Michelle Bowman, neste sábado.

"Apoiei a decisão do Fomc na semana passada de aumentar a taxa de juros em mais 75 pontos básicos", disse Bowman em comentários preparados para um evento da Kansas Bankers Association, no Colorado, referindo-se ao Comitê Federal de Mercado Aberto que define a política monetária.

"Minha opinião é que aumentos de tamanho semelhante devem estar na mesa até que vejamos a inflação caindo de maneira consistente, significativa e duradoura."

Bowman acrescentou que ainda mantém a mente aberta sobre a magnitude dos aumentos, dependendo de como a economia evolui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos