Bovespa interrompe sequência de perdas e avança 0,74%

A Bovespa interrompeu uma sequência de três sessões de perdas, quando acumulou queda de 3,45%, para fechar a quarta-feira em alta de 0,74%, aos 61.578 pontos. Os ganhos foram favorecidos pelo ambiente externo otimista, após a abertura da temporada de divulgação de balanços nos Estados Unidos, e pela recuperação das ações do setor de energia. Os investidores, aliás, permaneceram atentos ao longo da tarde desta quarta-feira à reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), em busca de pistas sobre a possibilidade de racionamento de energia em 2013, o que foi descartado pelo governo.

O Ibovespa à vista, no entanto, fechou ainda abaixo dos 62 mil pontos e em patamar inferior ao registrado mais cedo. Na máxima do dia, perto da metade da sessão, o índice chegou a marcar 61.812 pontos (+1,12%) e, na mínima, logo no iníc io dos negócios, 61.103 pontos (-0,04%). A desaceleração da alta durante a tarde, segundo profissionais do mercado, deveu-se a certo "cansaço" nos negócios, traduzido pela realização de lucros ainda ao longo da sessão. Em determinado momento, o Ibovespa ameaçou ir para o território negativo.

"O Ibovespa abriu forte e, à tarde, houve diminuição na taxa de compra de ações. A alta era mais um fator de correção por causa dos três dias de queda", comentou um operador ouvido pela Agência Estado. "A desaceleração da máxima ficou muito em cima da expectativa com a reunião do comitê de energia e das declarações do (ministro de Minas e Energia, Edison Lobão)", acrescentou Álvaro Bandeira, economista-chefe da Órama Investimentos.

Quando Lobão finalmente começou a falar, pouco depois das 17 horas, a reação do Ibovespa foi de reacelerar os ganhos, o que garantiu um fechamento em alta de 0,74% - porcentagem um pouco maior do que era visto em Nova York naquele momento. Às 17h50, o Dow Jones subia 0,33%, o S&P tinha alta de 0,19% e o Nasdaq avançava 0,46%.

Lobão, como era esperado, afirmou que "não houve, não haverá agora e espero que jamais haja" desabastecimento de energia no País. Porém, ele confirmou que os atrasos de investimentos existem no setor elétrico, em função de dificuldades ambientais, judiciais e conflitos indígenas.

Os ganhos do Ibovespa foram conduzidos pela Petrobras, que encerrou o dia com alta de 1,01% nos papéis ON e de 0,92% nos PN. As ações de companhias elétricas também se destacaram: Eletrobras ON subiu 2,81%, Eletrobras PNB teve alta de 4,33%, Cemig PN avançou 5,58%, CPFL Energia ON teve ganho de 2,23%, Copel PNB avançou 2,83% e Cesp PNB teve elevação de 6,72%. Profissionais lembraram que, como o setor de energia vem sofrendo bastante com as intervenções do governo e, mais recentemente, com as ameaças de racionamento, é de se esperar momentos de recuperação de preços como o desta quarta-feira. A Vale, que oscilou bastante ao longo da sessão, também fechou o dia em alta, de 0,46% nos papéis ON e de 0,50% nos PNA.

Com o resultado desta quarta, o Ibovespa acumulou ganho de 1,03% em 2013 e elevação acumulada de 5,29% no intervalo de um mês. Apesar disso, a Bolsa brasileira segue tendo pela frente importante resistência gráfica próxima dos 62 mil pontos.

Carregando...