Bovespa fecha em alta de 0,2% por otimismo com EUA

Em um dia de bastante volatilidade, a Bovespa pegou carona na alta dos mercados norte-americanos, que se mostraram mais otimistas de que o chamado abismo fiscal nos Estados Unidos possa ter uma solução antes do esperado.

O Ibovespa encerrou o pregão desta quarta-feira em alta de 0,20%, aos 57.678,62 pontos. Durante a sessão, o principal indicador da Bolsa brasileira variou entre 57.231 pontos (-0,58%), na mínima, e 58.127 pontos (+0,98%), na máxima. No mês, a Bovespa acumula ganho de 0,36%, e, no ano, de 1,63%. O volume financeiro totalizou R$ 6,673 bilhões. Os dados são preliminares.

À tarde, o presidente dos EUA, Barack Obama, declarou que o abismo fiscal pode ser resolvido em uma semana, se os republicanos concordarem com a elevação dos impostos para os mais ricos. No front interno, as blue chips Petrobras e Vale conseguiram corrigir parte das perdas da véspera.

"A alta do setor financeiro lá fora e a declaração de Obama ajudaram a melhorar alguma coisa na Bovespa e minimizar um pouco as perdas de ontem. Mas não conseguimos acompanhar Nova York porque algumas ações, como elétricas e Usiminas, não deixam o Ibovespa engrenar", relatou o gerente da mesa de renda variável da H. Commcor Ari Santos. O profissional destaca ainda que o Ibovespa tem encontrado resistência no patamar dos 58 mil pontos.

Os papéis da Vale subiram 1,63% os ON e 1,75% os PNA, recuperando parte da desvalorização na sessão anterior. Além do ajuste, as ações foram beneficiadas pela melhora nos preços das commodities metálicas no mercado internacional, após o governo chinês indicar a intenção de acelerar a urbanização de algumas áreas do país com a adoção de incentivos ao setor de construção civil.

Petrobras viu seus papéis avançarem 0,68% e 0,64% os ON e PN, respectivamente. A companhia identificou uma nova acumulação de hidrocarbonetos leves em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe-Alagoas.

Entre as maiores altas do Ibovespa figuraram Fibria ON, com avanço de 4,89%, Gafisa ON (+3,98%), Lojas Americanas (+3,03%), OGX ON (+3,03%) e Gerdau PN (+2,27%).

Já os destaques de queda do índice foram liderados por JBS ON, que recuou 6,74%. Em seguida, apareceram Usiminas PNA (-5,54%), Eletrobras ON (-5,48%), Usiminas ON (-4,98%) e Dasa ON (-4,71%).

Em Wall Street, às 18h (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,84%, o S&P500 avançava 0,36% e, na contramão, o Nasdaq recuava 0,49%.

Carregando...