Bovespa cai em dia de vencimento de índice futuro

Sem notícias de peso no mercado externo durante o recesso de carnaval, a Bovespa se concentrou nesta quarta-feira no vencimento de Ibovespa futuro, que garantiu intensa volatilidade ao principal índice da Bolsa. A briga entre comprados e vendidos deu o tom dos negócios e o cenário internacional acabou ficando em segundo plano, em um dia de pregão mais curto.

Após oscilar entra altas e baixas, o Ibovespa encerrou a sessão desta Quarta-Feira de Cinzas em queda de 0,16%, aos 58.405,74 pontos. O giro financeiro, inflado pelo vencimento, somou R$ 11,694 bilhões. Durante a tarde, o índice à vista foi dos 58.252 pontos (-0,42%), na mínima, aos 58.754 pontos (+0,44%), na cotação máxima do dia. No mês de fevereiro, a Bolsa acumula perda de 2,27% e, no ano, desvalorização de 4,18%.

"Embora muitas operações tenham sido antecipadas antes do feriado de carnaval, nesta quarta muitos agentes aproveitaram para fazer operações de rolagem", observa o gerente de mesa de renda variável da H. Commcor, Ari Santos. Ele destaca que o investidor estrangeiro atua mais fortemente vendido, o que pressiona o mercado para a venda. "Isso pressiona alguns papéis-chave como Petrobras e Vale", acrescenta.

As ações da Petrobras fecharam em direções divergentes, com as ON em queda de 0,81% e as PN em alta de 0,34%. No setor, OGX ON cedeu 1,57%.

Os papéis da Vale, por sua vez, apresentaram desvalorização de 0,58% os ON e de 0,87% os PNA.

As principais quedas do Ibovespa foram lideradas por LLX ON, que recuou 5,45%. Em seguida, aparecem Oi ON (-5,06%), Oi PN (-2,92%), Suzano PNA (-2,36%) e Vanguarda Agro ON (-2,13%).

Já os destaques de alta do índice à vista foram JBS ON, que obteve valorização de 3,25%. Depois vem Gol PN (+2,68%), Usiminas ON (+2,38%), Cemig PN (+2,30%) e Localiza ON (+2,27%).

Carregando...