Bovespa cai 1,87%, no pior desempenho desde 14/11/12

A Bovespa teve mais um pregão solitário, na contramão do Dow Jones. Fechou em baixa, quase perdeu o patamar de 60 mil pontos, e apagou todos os ganhos acumulados em janeiro. A baixa da sessão foi também a maior desde meados de novembro passado. Bradesco, bancos, Vale e siderúrgicas se destacaram entre os comportamentos negativos do dia.

O Ibovespa fechou a segunda-feira com perda de 1,87%, a maior retração desde 14 de novembro de 2012, quando havia recuado 2,10%. Encerrou nos 60.027,07 pontos, o menor nível desde 17 de dezembro passado (59.566,52 pontos). Na mínima do dia, atingiu 59.921,35 pontos (-2,04%) e, na máxima, 61.313 pontos (+0,23%). No mês e no ano, agora, o índice cai 1,52%. O giro financeiro totalizou R$ 7,414 bilhões.

Bradesco PN, que abriu a temporada de balanços do quarto trimestre do ano passado, fechou com baixa de 3,07%. O resultado trimestral influenciou os demais papéis do setor, que também recuaram: Itaú Unibanco PN, -2,63%, BB ON, -2,72%, e Santander unit, -0,61%.

Vale e siderúrgicas seguiram o mesmo ritmo: Vale ON, -3,03%, e PNA, -2,43%, prejudicada pela queda do preço do minério e baixa do dólar. Gerdau PN, -3,34%, Metalúrgica Gerdau PN, -3,72%, Usiminas PNA, -2,08%, e CSN ON, -3,08%. Petrobras ON perdeu 1,61% e PN, 1,22%.

Carregando...