Bovespa abre em alta, mas sem abandonar cautela

A Bovespa volta do feriado em alta nesta quarta-feira, ainda que os problemas que mais afligem o investidor - a demora na liberação da recursos à Grécia e o risco de abismo fiscal nos Estados Unidos - continuem sem solução. O volume de negócios pode ser comprometido pelo feriado de Ação de Graças nesta quinta-feira (22) nos Estados Unidos e, em Nova York, as bolsas operam perto da estabilidade no mercado futuro.

Para piorar o clima de incertezas, os ministros de Finanças da zona do euro não conseguiram chegar a um acordo sobre a ajuda à Grécia e voltam a se encontrar na próxima segunda-feira.

De positivo, há a disposição da Alemanha em ampliar a Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, nas iniciais em inglês) em 10 bilhões de euros e também permitir que a Grécia use os recursos do fundo para recomprar bônus do mercado e reduzir juros sobre empréstimos existentes. A chanceler alemã, Angela Merkel, disse ainda que vê chance de o acordo sobre a Grécia sair na segunda-feira (26).

Às 10h20, o Ibovespa subia 0,37%, aos 56.660,89 pontos.

Segundo um operador consultado pela Agência Estado, o impasse na Europa e em relação à situação fiscal americana devem continuar pesando no mercado e uma direção mais clara na Bolsa paulista será definida após a abertura dos negócios em Nova York.

Em NY, no mercado futuro, o Dow Jones operava estável, o S&P 500 tinha queda de 0,04% e o Nasdaq perdia 0,11%. Na Europa, naquele horário, a maioria das bolsas virou um pouco mais cedo e tenta se manter no positivo: Londres -0,07%; Paris +0,11%; Frankfurt +0,04%; Madri +0,07%; Milão +0,30%; Lisboa +0,26%. Na Ásia, as bolsas fecharam com sinais distintos: Xangai +1,1%; Hong Kong +1,4%; Taipé -0,80%; Seul -0,32%; Sydney -0,37%; Manila +0,6%.

O mercado também aguarda pela divulgação dos números de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA (11h30, de Brasília) e sentimento do consumidor da Universidade de Michigan de novembro (12h55) e índice preliminar de atividade industrial (gerentes de compra) de novembro (12h).

Carregando...