Mercado abrirá em 1 h 13 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,03
    -1,46 (-1,32%)
     
  • OURO

    1.798,30
    -9,90 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    30.008,63
    -104,91 (-0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    672,54
    -8,57 (-1,26%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.416,70
    -1,45 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.319,25
    -63,50 (-0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2789
    +0,0198 (+0,38%)
     

Botijão de gás custa R$ 113 em média no Brasil; veja valores por estado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Não é de hoje que os consumidores têm sentido no bolso a alta no gás de cozinha
Não é de hoje que os consumidores têm sentido no bolso a alta no gás de cozinha
  • Redução de preço anunciada ainda não chegou nos consumidores;

  • Estado com maior valor médio é o Mato Grosso;

  • Gás de cozinha teve um aumento de 23,2% nos últimos 12 meses.

O botijão de gás de 13 kg, usado na maior parte das casas brasileiras, pode custar até R$ 160 no país, mostram os dados da pesquisa semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O preço médio do botijão no país subiu para R$ 113,66, contra R$ 113,54 na semana anterior, uma alta de 0,10%.

A pesquisa, realizada entre os dias 10 e 16 de abril, levantou os valores em 3.881 postos do Brasil. O levantamento da ANP mostra que a redução de preço anunciada no início do mês pela Petrobras no dia 8 ainda não chegou para os consumidores. No dia 9, a estatal reduziu em 5,58% o preço do gás de botijão vendido às distribuidoras.

Não é de hoje que os consumidores têm sentido no bolso a alta no gás de cozinha. O GLP teve um aumento de 23,2% nos últimos 12 meses, entre março de 2021 e março de 2022, segundo dados da ANP.

A alta do produto supera, inclusive, o acumulado dos últimos 12 meses da inflação, que já chegou a 10,54%, de acordo com a última divulgação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A alta da inflação no Brasil é puxada pelo preço dos combustíveis e dos alimentos. Só a gasolina subiu 7% em março e, nos últimos 12 meses, a alta é de quase 30%; em relação aos alimentos, o tomate, o trigo e a soja são um dos vilões.

Confira o preço médio do botijão nos estados:

  1. Mato Grosso – R$135,44

  2. Rondônia – R$134,06

  3. Acre – R$130,48

  4. Roraima – R$125,42

  5. Tocantins – R$124,48

  6. Amapá – R$123,44

  7. Santa Catarina – R$122,89

  8. Goiás – R$122,56

  9. Piauí – R$120,88

  10. Rio Grande do Norte – R$120,26

  11. Pará – R$119,98

  12. Amazonas – R$119,4

  13. Maranhão – R$118,41

  14. Paraíba – R$116,96

  15. Minas Gerais – R$116,86

  16. Ceará – R$116,2

  17. Paraná – R$115,45

  18. Rio Grande do Sul – R$112,94

  19. São Paulo – R$112,89

  20. Mato Grosso do Sul – R$111,31

  21. Alagoas – R$108,91

  22. Sergipe – R$108,79

  23. Distrito Federal – R$107,08

  24. Bahia – R$106,96

  25. Espírito Santo – R$106,85

  26. Pernambuco – R$103,29

  27. Rio de Janeiro – R$102,3

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos