Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,51
    +0,19 (+0,32%)
     
  • OURO

    1.742,60
    -2,20 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    60.175,95
    +1.053,93 (+1,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.286,91
    +59,37 (+4,84%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.783,75
    -45,75 (-0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7627
    -0,0015 (-0,02%)
     

Botafogo foi o único time da Série A que não marcou pelo menos três gols em uma partida do Brasileirão 2020

LANCE!
·2 minuto de leitura


O Campeonato Brasileiro de 2020 não foi fácil para o Botafogo. Além de não fazer pelo menos 30 pontos pela primeira vez na história do clube desde que o novo formato foi criado, em 2006, a equipe foi rebaixada em último lugar. Um dos fatores que pode explicar um desempenho tão ruim é a ineficácia do ataque Glorioso na competição.

+ Botafogo e Nova Iguaçu caminham para a renovação de Kayque

Ao analisar os números, percebe-se que o Botafogo não conseguiu fazer três gols em nenhum jogo que disputou nesta edição do Campeonato Brasileiro. Mais alarmante do que isso, é o fato de ter sido a única equipe a não realizar tal feito na competição na última temporada.

Portanto, o "teto de gols" do Botafogo são dois. Dessa maneira, fica evidente que, caso o adversário também fizesse dois gols, o Alvinegro Carioca já não venceria a partida. Foi exatamente isso que aconteceu: foram apenas cinco vitórias, quatro no placar de 2 a 1 e uma no placar de 1 a 0.

O Botafogo se despediu da Série A com apenas 32 gols feitos, o que é a terceira pior marca da primeira divisão - ficou à frente apenas de Coritiba e Sport, ambos com 31 gols marcados. Segundo o site SofaScore, o Glorioso foi o time que mais precisou de chutes para marcar um gol no Brasileirão, com uma marca de 12,3 chutes por gol.

A diferença fica ainda mais gritante quando se compara com a segunda pior marca. O Coritiba precisou de 9,6 chutes para balançar as redes, o que representa quase três chutes a menos para conseguir o gol.

Uma outra estatística que chama atenção é o número de grandes chances perdidas. Segundo o site SofaScore, o Botafogo foi o time com a sétima melhor marca (40). Um jogo que ilustrou bem como isso é relevante, foi o duelo contra o Athletico-PR, válido pela 28ª rodada do Brasileirão, no estádio Nilton Santos. O Glorioso conseguiu 24 finalizações, mas não fez nenhum gol - o que custou a derrota por 2 a 0.