Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,39
    +2,24 (+3,29%)
     
  • OURO

    1.788,50
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    57.348,85
    +2.717,74 (+4,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,81 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,68 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,68 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.155,75
    +104,75 (+0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3042
    +0,0660 (+1,06%)
     

Botafogo defende auxiliar Katiuscia Mendonça após gritos misóginos de torcedores

·1 min de leitura

Os gritos misóginos contra a auxiliar Katiuscia Mendonça não passaram despercebidos pela diretoria do Botafogo. Após o apito final na vitória por 3 a 0 sobre o Brusque, nesta quarta-feira, no Nilton Santos, pela Série B do Brasileiro, o alvinegro publicou uma mensagem de apoio à profissional.

"O Botafogo não concorda com este tipo de manifestação e combate todo tipo de preconceito. O presidente Durcesio Mello formalizou pedido de desculpas da instituição ao término da partida", escreveu o clube nas redes sociais.

Os gritos contra a auxiliar aconteceram principalmente no primeiro tempo, quando o alvinegro teve três gols assinalados como impedimento pela arbitragem. Cabe destacar, porém, que todos foram revisados pelo VAR. Em dois deles, de fato, foram irregulares. Já o de Rafael Navarro foi validado.

Com a vitória, o o alvinegro está na segunda colocação, chegou a 55 pontos e voltou a abrir cinco de distância do CRB, quinto colocado. A diferença para o líder Coritiba é de dois.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos