Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,02
    -0,13 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.814,20
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    39.874,54
    +1.420,16 (+3,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    977,06
    +50,30 (+5,43%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.083,50
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1183
    -0,0472 (-0,77%)
     

Bostic, do Fed, diz ser provável aumento de juros ao fim de 2022 devido a forte crescimento e inflação

·1 minuto de leitura
Presidente do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic

WASHINGTON (Reuters) - O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) de Atlanta, Raphael Bostic, afirmou que a autoridade monetária provavelmente precisará começar a elevar as taxas de juros ao fim do ano que vem, com uma inflação mais forte do que o esperado e os EUA em plena recuperação da pandemia.

"Recentemente, muitos dos dados vieram mais fortes do que eu esperava", disse Bostic em comentários a repórteres. "O PIB está em trajetória forte. A inflação está mais alta e bem acima da nossa meta", com a economia crescendo 7% e a inflação em 3,4%, ante a meta de 2% do Fed.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos