Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.281,86
    -107,53 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Bostic, do Fed, apoia aumentar juros em mais 100 a 125 pontos-base e manter assim por "muito tempo"

Raphael Bostic, presidente do Fed de Atlanta

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic, disse nesta sexta-feira que gostaria de ver o banco central norte-americano aumentar a taxa de juros em mais 100 a 125 pontos-base em relação ao nível atual e depois deixá-la assim "por um longo tempo".

"Quero ver nossa política chegar a algo que seja marginalmente restritivo", disse Bostic à Bloomberg TV em Jackson, Wyoming, onde autoridades do Fed se reúnem para uma conferência. "Estou querendo que movamos para, talvez, 100 pontos-base, 125 pontos-base de onde estamos."

"Acho que devemos ficar assim por muito tempo", disse ele.

(Reportagem de Dan Burns)