Mercado fechará em 2 h 44 min
  • BOVESPA

    112.302,40
    +1.376,80 (+1,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.206,15
    -251,40 (-0,49%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,37
    +0,15 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.799,90
    -15,30 (-0,84%)
     
  • BTC-USD

    16.934,11
    -34,62 (-0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,92
    +0,50 (+0,12%)
     
  • S&P500

    4.041,31
    -35,26 (-0,86%)
     
  • DOW JONES

    34.193,71
    -201,30 (-0,59%)
     
  • FTSE

    7.557,42
    -1,07 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.897,00
    -165,75 (-1,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4790
    +0,0136 (+0,25%)
     

Bose tira fones Sport Open de linha e reduz preço das últimas unidades

A Bose tirou seus fones de ouvido Sport Open de linha, marcando o fim da aposta da marca em um formato diferente do tradicional. O produto, que agora é vendido por pouco mais da metade do preço original, tem como objetivo fornecer uma ergonomia voltada para esportistas.

Bose Sport Open não bloqueia o canal auricular (Imagem: Divulgação/Bose)
Bose Sport Open não bloqueia o canal auricular (Imagem: Divulgação/Bose)

Para isso, ele trouxe uma construção aberta, que não entra no canal auricular e sequer o bloqueia, como acontece em grande parte dos fones tradicionais. Desta forma, corredores ou outros atletas do tipo podem prestar total atenção ao que ocorre em volta em vias públicas, por exemplo.

A proposta é semelhante à vista no Sony LinkBuds, apresentado no início deste ano. O produto se destacou pelo seu design peculiar, com uma pequena abertura em formato de círculo na frente da abertura do ouvido.

Os fones Sport Open não funcionam como os modelos de condução óssea, que ocupam um nicho semelhante. Em vez de emitir ondas vibratórias na mandíbula, o modelo da Bose emite ondas sonoras, que são direcionadas ao ouvido de forma a minimizar o vazamento de áudio ao ambiente externo.

Formato peculiar do Sport Open não teve sucesso

Produto é diferente dos fones de condiução óssea (Imagem: Divulgação/Bose)
Produto é diferente dos fones de condiução óssea (Imagem: Divulgação/Bose)

O motivo para a retirada dos fones de linha pode ser a concorrência interna com outros produtos da Bose. Itens como os óculos Frames Tempo possuem objetivos semelhantes, apenas em um formato diferente.

Além disso, a marca também vende o modelo Sport Earbuds, de construção fechada mais comum. Ele ainda será comercializado normalmente, então é possível que se trate de um fracasso nas vendas específicas desta solução menos convencional.

Não é a primeira vez que a Bose precisa cancelar um projeto ousado: há alguns anos, a marca apresentou o SoundWear Companion como uma espécie de “speaker em formato de colar”, que deixou de ser vendido posteriormente.

Com a descontinuação dos fones Sport Open, a Bose reduziu o preço das últimas unidades no site de US$ 199 para US$ 119 — equivalentes a R$ 1.062 a R$ 635 em conversão direta, um desconto próximo a 41%.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: