Mercado abrirá em 30 mins
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,53
    +2,04 (+2,94%)
     
  • OURO

    1.781,80
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    51.397,65
    +3.912,18 (+8,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.330,51
    +70,35 (+5,58%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.319,85
    +87,57 (+1,21%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.129,50
    +286,75 (+1,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4139
    -0,0097 (-0,15%)
     

Bombeiros encontram sétima e última vítima de naufrágio em MS

·1 min de leitura

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul encontrou na tarde de hoje (17) a última vítima do acidente de barco que tirou a vida de sete pessoas no Rio Paraguai, na altura da cidade de Corumbá (MS). Os corpos das seis outras vítimas já haviam sido encontrados. A identidade da sétima pessoa não foi informada pela corporação.

Participaram do resgate, que durou pouco menos de 48 horas, mergulhadores de diversas unidades, além de mergulhadores da Marinha. O barco naufragou na última sexta-feira (15), durante um vendaval na região.

De acordo com os bombeiros, havia 21 pessoas a bordo do barco-hotel. As águas turvas do rio, a forte correnteza e as características peculiares do barco-hotel, com labirintos e locais de difícil acesso, tornaram as buscas mais complexas.

A retirada da embarcação do Rio Paraguai é de responsabilidade do seu proprietário. A Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN), subordinada ao Comando do 6°Distrito Naval, já intimou o representante dos proprietários para a tomada de providências.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos