Mercado fechado

Bombardier corta 5 mil postos de trabalho em reestruturação

A canadense Bombardier anunciou nesta quinta-feira a demissão de cerca de 5 mil funcionários (7,2% de seu quadro) em 12 a 18 meses em todo o mundo

A canadense Bombardier anunciou nesta quinta-feira a demissão de cerca de 5 mil funcionários (7,2% de seu quadro) em 12 a 18 meses em todo o mundo, para "racionalizar a estrutura" da empresa, em dificuldades.

O grupo com sede em Montreal também informou em comunicado sobre a venda de "ativos não estratégicos", totalizando cerca de 900 milhões de dólares.