Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,46
    +0,14 (+0,24%)
     
  • OURO

    1.743,00
    -1,80 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    60.148,70
    +1.075,95 (+1,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,35 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.829,25
    -0,25 (-0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7626
    +0,1277 (+1,92%)
     

De bom tamanho? 90min analisa seleção oficial do Brasileirão

Fabio Utz
·2 minuto de leitura

Trocar um nome ou outro? Sempre tem alguém que vai querer. No entanto, não dá para dizer que há grandes injustiças na formação da seleção do prêmio Craque do Brasileirão, oficializada na noite desta sexta-feira (26), em cerimônia realizada na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

Andressa Anholete/Getty Images
Andressa Anholete/Getty Images

Alguns nomes, sim, devem ser colocados quase que como unanimidades. Não houve goleiro melhor que Weverton, lateral-direito melhor que Fagner, lateral-esquerdo melhor que Guilherme Arana, volante melhor que Gerson, armador melhor que Claudinho e atacantes melhores que Marinho e Gabigol, ainda que Luciano tenha sido um dos artilheiros da competição. O 9 do Flamengo cresceu na hora certa e foi decisivo para a conquista do octa rubro-negro, enquanto o goleador tricolor caiu de rendimento, junto de seus companheiros, na 'hora H'.

Buda Mendes/Getty Images
Buda Mendes/Getty Images

A partir disso, escolhas precisam ser relativizadas de acordo com o gosto de quem elege. Edenílson, por exemplo, poderia muito bem dar lugar a Patrick, que fez um campeonato até mais regular e homogêneo que o companheiro. Mas como desconsiderar a liderança do camisa 8 para conduzir o Inter ao segundo lugar? Também entre meio-campistas, Vina foi encantador. No entanto, se Arrascaeta estivesse presente também estaria de bom tamanho.

Buda Mendes/Getty Images
Buda Mendes/Getty Images

Talvez a principal discussão se dê na formação da dupla de zaga. Na minha opinião, é impossível desconsiderar o fato de o Colorado ter terminado a competição como a defesa menos vazada. Por isso, representá-la com a presença de Cuesta é até um reconhecimento ao trabalho dos gaúchos. Porém, seu parceiro poderia ser, quem sabe, Luccas Claro, ou Junior Alonso - e não Gustavo Gómez. Enfim, são apenas visões diferenciadas. Mas repito: não há muito o que contestar na escolha dos especialistas de todo o país.

A SELEÇÃO OFICIAL DO BRASILEIRÃO

Weverton (Palmeiras); Fagner (Corinthians), Gustavo Gómez (Palmeiras) Víctor Cuesta (Internacional) e Guilherme Arana (Palmeiras); Gerson (Flamengo), Edenílson (Internacional), Vina (Ceará) e Claudinho (Red Bull Bragantino); Marinho (Santos) e Gabigol (Flamengo).

Craque da competição: Claudinho (Red Bull Bragantino)
Revelação: Claudinho (Red Bull Bragantino)
Melhor treinador: Abel Braga (Internacional)

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.