Mercado fechado
  • BOVESPA

    126.003,86
    +951,08 (+0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.897,79
    +629,34 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,20
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.797,90
    -3,90 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    38.143,13
    +3.773,38 (+10,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    905,92
    -9,57 (-1,05%)
     
  • S&P500

    4.422,30
    +10,51 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    35.144,31
    +82,76 (+0,24%)
     
  • FTSE

    7.025,43
    -2,15 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    26.192,32
    -1.129,66 (-4,13%)
     
  • NIKKEI

    27.833,29
    +285,29 (+1,04%)
     
  • NASDAQ

    15.119,75
    +21,75 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1114
    -0,0102 (-0,17%)
     

Bolsonaro volta a criticar regra de consenso do Mercosul e defende modernização do bloco

·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar nesta quinta-feira o uso da regra do consenso no Mercosul para a adoção de medidas pelos países, dizendo que ele funciona como um instrumento de veto que só consolida o "ceticismo" do bloco, e destacou que, ao assumir a presidência pró-tempore do grupo, vai trabalhar para modernizá-lo.

Bolsonaro disse que o Mercosul deveria ter apresentado resultados concretos em dois temas, o da redução da tarifa externa comum e da flexibilidade em relação a parceiros externos ao bloco. Afirmou ainda que quer e conseguirá buscar uma economia do bloco mais arejada com o mundo.

A fala de Bolsonaro ocorreu em encontro virtual da LVIII Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados. A Argentina, sob a presidência do desafeto do presidente brasileiro, Alberto Fernández, deixa o comando do bloco.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos