Mercado fechará em 2 h 24 min
  • BOVESPA

    103.530,88
    +1.615,43 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.615,83
    +917,11 (+1,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,34
    +2,16 (+3,26%)
     
  • OURO

    1.786,50
    +10,00 (+0,56%)
     
  • BTC-USD

    58.743,06
    +1.227,70 (+2,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.496,10
    +27,02 (+1,84%)
     
  • S&P500

    4.646,53
    +79,53 (+1,74%)
     
  • DOW JONES

    34.939,65
    +455,93 (+1,32%)
     
  • FTSE

    7.178,26
    +118,81 (+1,68%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.417,00
    +266,50 (+1,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3764
    +0,0064 (+0,10%)
     

Bolsonaro sanciona auxílio-gás de 50%; veja como funciona

·1 min de leitura
Botijões de gás
Atualmente, o valor do benefício seria de R$ 50

(Getty Images)

  • Bolsonaro sancionou, nesta segunda-feira (22), o projeto de lei que cria o Gás dos Brasileiros

  • Iniciativa visa pagar 50% do valor do botijão de gás para as famílias de baixa renda 

  • Valor varia conforme a média do preço nacional 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou nesta segunda-feira (22) o projeto de lei que cria o Gás dos Brasileiros, um auxílio que dá às famílias de baixa renda 50% do preço médio do botijão de cozinha de 13 kg. A sanção foi publicada no Diário Oficial da União.

Leia também:

A medida tem como objetivo reduzir os efeitos que a alta no preço do gás teve sobre os orçamentos de brasileiros em situação de vulnerabilidade. Os pagamentos serão feitos bimestralmente.

O valor varia conforme a média do preço nacional, calculado por meio dos preços estabelecidos, nos últimos seis meses, pelo SLP (Sistema de Levantamento de Preços) da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Atualmente, o benefício entregaria cerca de R$ 50.

Quem pode receber

Famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), que têm renda mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo podem requisitar o benefício.

Também serão contemplados os brasileiros que moram no mesmo domicílio que alguém que recebe o BPC (benefício de prestação continuada da assistência social), pago, por exemplo, a pessoas com deficiência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos