Mercado fechará em 3 h 18 min

Bolsonaro reclama de boneco com faixa presidencial em manifestação

Presidente reclamou do boneco com faixa presidencial em manifestação em São Paulo. (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reclamou, nas redes sociais, da presença de um boneco com faixa presidencial em uma das manifestações pró-democracia e contra seu governo, realizadas no domingo (7), em diversas cidades pelo país.

No Twitter, o presidente postou, na manhã desta segunda-feira (8), uma imagem de um boneco usando a faixa presidencial e pendurado de cabeça para baixo em uma árvore. O ato postado por Bolsonaro aconteceu no Largo da Batata, na capital paulista. O presidente ainda escreveu: “essa é a turma que respeita a Democracia e Instituições”.

Leia também

Em resposta ao tweet do presidente, usuários postaram fotos e vídeos de manifestações bolsonaristas com bonecos representando os ex-presidentes petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff enforcados ou sendo espancados.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Outros, postaram imagens do próprio Bolsonaro chutando “pixulecos” de Lula, e relembrando quando o presidente, ainda na campanha eleitoral de 2018, afirmou que iriam “fuzilar a petralhada do Acre”, em setembro de 2018.

Desde que grupos antifascistas protagonizaram confronto com manifestas bolsonaristas, as redes de defesa do presidente têm se articulado para centralizar ataques aos “antifas”, juntamente com ministros membros do STF (Supremo Tribunal Federal).

O próprio presidente tem chamado os manifestantes de “terroristas”, “maconheiros”, “marginais” e “desocupados”. Bolsonaro também cobrou que a PM “faça seu trabalho” e sugeriu o uso de segurança federal - como Força Nacional ou Forças Armadas - contra os grupos.

No Twitter, Bolsonaro também tem feito suas acusações, bem como seus três filhos políticos. O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ); o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP); e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), postaram vídeos e críticas aos movimentos antifascistas em suas redes sociais.