Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,89
    -0,18 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.807,30
    +5,50 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    38.157,64
    +4.090,02 (+12,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    910,66
    +116,92 (+14,73%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    26.840,46
    -481,52 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.924,12
    +376,12 (+1,37%)
     
  • NASDAQ

    15.092,50
    -5,50 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1215
    -0,0001 (-0,00%)
     

Bolsonaro recebe CEO da Huawei para discutir 5G

Foto divulgada pela Presidência do Brasil mostrando o CEO da gigante chinesa de telecomunicações Huawei no Brasil Wei Yao (D) e o presidente brasileiro Jair Bolsonaro antes de uma reunião no palácio do Itamaraty em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta segunda-feira (19), em Brasília, com o diretor-executivo no Brasil da chinesa Huawei, Wei Yao, que manifestou interesse em instalar a tecnologia 5G no país, mas não fez qualquer "proposta" concreta.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

BAIXE O APP DO YAHOO FINANÇAS (ANDROID / iOS)

Na reunião, "não foi feita a proposta, ele apenas mostrou que quer o 5G no Brasil, mostrou apenas como está a empresa dele no Brasil", revelou Bolsonaro.

Leia também

A disputa sobre quem dominará a tecnologia 5G se tornou o ponto central da guerra comercial entre China e Estados Unidos.

O governo do presidente americano, Donald Trump, acusa a Huawei - líder mundial do 5G - de espionar para Pequim, e colocou o grupo na lista de empresas proibidas de vender produtos tecnológicos aos Estados Unidos, exceto com autorização especial.

O Brasil deve licitar o fornecimento desta tecnologia no país em 2020.

"Fiquei sabendo que tem uma empresa sul-coreana que também está em condições para operar 5G. A melhor oferta, né? A gente vai levar para o lado do quê? Oferta e conectividade. É isso aí", declarou Bolsonaro, que se optar pelo grupo chinês estará fazendo uma afronta ao seu parceiro Trump.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos