Mercado abrirá em 1 h 31 min

Bolsonaro e Putin acertam liberação de Robson, motorista brasileiro preso na Rússia

Colaboradores Yahoo Notícias
·1 minuto de leitura
O motorista Robson Nascimento de Oliveira, preso na Rússia
O motorista Robson Nascimento de Oliveira, preso na Rússia

Preso há um ano e oito meses na Rússia, o motorista Robson Nascimento de Oliveira, de 48 anos, poderá ser liberado nos próximos dias. O brasileiro trabalhava para o jogador Fernando, volante com passagem pela seleção brasileira, quando foi detido com um medicamento considerado droga pela legislação do país.

Segundo informações da revista Época, após intervenções de Jair Bolsonaro (sem partido) pedindo a soltura de Oliveira, o presidente russo, Vladimir Putin, sinalizou com a resolução do caso e a saída do motorista da prisão.

Leia também

No mês passado, Bolsonaro interferiu pessoalmente no caso. Uma carta foi enviada a Putin pedindo a soltura do motorista, sob o argumento de que ele entrou nessa situação por total desconhecimento da regra local. O documento foi levado pessoalmente a Moscou pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelsinho Trad (PSD-MS), e pela secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Ministério das Relações Exteriores, Márcia Donner Abreu.

Por meio de canais não oficiais diplomáticos, Putin sinalizou com uma saída. Na última terça-feira (17), o brasileiro, que está preso na Unidade Penal de Kashira (110 km de Moscou), passou por mais uma audiência.

O jogador Fernando atuava pelo Spartak de Moscou, na Rússia, e Robson trabalhava como seu motorista. Em março de 2019, ele foi preso por posse do remédio Mytedom 10 mg, considerado uma droga no país. Robson alega que levava o remédio a pedido de Fernando e sem saber que a substância estava na bagagem. O caso foi divulgado pelo programa Esporte Espetacular, da Globo.