Mercado abrirá em 5 h 12 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,50
    -0,55 (-0,85%)
     
  • OURO

    1.694,10
    +16,10 (+0,96%)
     
  • BTC-USD

    53.666,04
    +3.251,55 (+6,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.081,50
    +57,30 (+5,59%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.719,13
    +88,61 (+1,34%)
     
  • HANG SENG

    28.584,93
    +44,10 (+0,15%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.450,00
    +152,75 (+1,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9761
    +0,0163 (+0,23%)
     

Bolsonaro promete visita ao Acre na próxima quarta-feira

·1 minuto de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro speaks during the Launch of the
Presidente Jair Bolsonaro anunciou pelas redes sociais que visitará o Acre (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou que irá ao Acre na próxima quarta-feira, 24. Ele será acompanhado pelo senador Márcio Bittar (MDB-AC) e pretende anunciar medidas de apoio ao estado.

O presidente ainda compartilhou um vídeo da situação no Acre. O estado enfrenta alagamentos e as imagens mostram diversas cidades submersas em águas.

Leia também

O estado foi atingido por uma enchente de rios, que afetou 130 mil pessoas em dez cidades. Segundo o portal G1, a Defesa Civil estima ainda 118.496 pessoas atingidas pelas enchentes. O órgão considera atingidas pela cheia casas onde a água chegou, desabrigando ou não os moradores. Mesmo com a vazante dos rios, o número ainda deve aumentar por causa dos efeitos pós-cheia.

Em entrevista o UOL, o governador do Acre, Gladson Camelo, afirmou que o estado só tem verbas para manter o sistema saúde por, no máximo, três meses. Por isso, fez um apelo ao governo federal.

Além das questões envolvendo a covid-19, o estado ainda enfrenta uma crise migratória. Imigrantes do Haiti foram barrados na fronteira com o Peru. Há, ainda, um surto de dengue que afeta o Acre.

Nas redes sociais, surgiu a campanha #SOSACRE para mobilizar a sociedade a doar mantimentos para serem enviados ao estado.