Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,23
    +0,52 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.639,20
    +5,80 (+0,36%)
     
  • BTC-USD

    19.413,56
    +600,24 (+3,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,66
    +12,56 (+2,90%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.599,71
    +168,16 (+0,64%)
     
  • NASDAQ

    11.419,00
    +102,75 (+0,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1666
    -0,0128 (-0,25%)
     

Bolsonaro promete criar 6 milhões de empregos e Auxílio Brasil de R$ 800 a quem trabalhar

***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 07.09.2022 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) faz saudações a apoiadores no Monumento dos Pracinhas, no Rio de Janeiro. (Foto: Tércio Teixeira/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 07.09.2022 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) faz saudações a apoiadores no Monumento dos Pracinhas, no Rio de Janeiro. (Foto: Tércio Teixeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) prometeu no programa eleitoral gratuito desta terça-feira (8) que dará um bônus de R$ 200 aos beneficiários que ganham R$ 600 de Auxílio Brasil.

Além disso, o chefe do Executivo também afirmou que irá criar seis milhões de empregos caso seja reeleito nas eleições deste ano.

"Se em plena pandemia o Brasil gerou quatro milhões de novos empregos, anota aí: com Bolsonaro no próximo governo tem mais seis milhões de empregos chegando no Brasil", diz o narrador da peça, que não dá detalhes de como serão criados os postos de trabalho.

O programa eleitoral também ataca o ex-presidente Lula (PT) e diz que o mandatário irá incentivar os beneficiários do Auxílio Brasil a trabalhar, diferentemente do que fazia o petista.

"Os mais de 20 milhões de brasileiros que recebem Auxílio Brasil de no mínimo R$ 600 agora receberão mais R$ 200 se começarem a trabalhar. Vai ser R$ 800 mais o salário do trabalho", diz o narrador, sem detalhar quando começará o benefício.

"Quando Bolsonaro dá os R$ 200 a mais, ele incentiva o trabalho. Isso é o oposto que o PT fazia, porque para receber o antigo Bolsa Família as pessoas não podiam trabalhar", completa.

Depois, aparece o relato de uma mulher sobre como funcionava o benefício em governos passados. "Muita gente deixou de arrumar um emprego justamente para não perder o Bolsa Família", afirma ela, que não é identificada no vídeo.

O programa também não explica como fará para bancar os R$ 200 a mais para os beneficiários. A LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2023 enviada pelo presidente ao Congresso não tem previsão nem do Auxílio Brasil em R$ 600.

O presidente já disse que venderá empresas estatais para custear a manutenção do benefício no mesmo patamar de hoje. Em outra ocasião, disse que outra hipótese seria prorrogar o estado de emergência no país, que flexibiliza o cumprimento do teto de gastos.

A taxação de lucros e dividendos também já foi citada pelo mandatário outra possibilidade para custear o benefício.