Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -657,98 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,53 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,86 (-2,12%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,20 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    13.313,83
    +198,20 (+1,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,09 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,65 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,32 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6639
    +0,0538 (+0,81%)
     

Bolsonaro pede a eleitores que escolham prefeitos que tenham "Deus no coração"

Por Lisandra Paraguassu
·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro após cerimônia no Palácio do Planalto
Presidente Jair Bolsonaro após cerimônia no Palácio do Planalto

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - Em uma cerimônia com clima de comício em São José do Egito (PE), nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro pediu para que seus apoiadores "escolham bem" seus prefeitos e vereadores na eleição municipal deste ano, dando preferência para quem tem "Deus no coração."

O presidente tem dito que não vai participar de campanhas a prefeito e vereador nas eleições deste ano e tem se recusado a tirar fotos, no Palácio da Alvorada, com apoiadores que confessam ter ambições políticas.

"Vamos caprichar para escolher prefeito e vereador, vamos escolher gente que tenha Deus no coração, que tenha na alma patriotismo e queira de verdade o bem do próximo. Deus, pátria e família", disse o presidente durante a cerimônia de inauguração da primeira fase da segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú, em São José do Egito.

Essa não é a primeira vez que Bolsonaro fala em "boas escolhas" para as eleições. Há cerca de 10 dias, em uma postagem no Facebook, pediu a seus eleitores que "caprichem nas escolhas de 15 de novembro".

Auxiliares do presidente admitem que ele poderá entrar na campanha no segundo turno, em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, para apoiar candidatos mais alinhadas a ele, como Celso Russomanno (Republicanos), na capital paulista, e o atual prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), que concorre à reeleição. Apesar de não ter ainda apoio explícito, ambos tem buscado se colocar como candidatos bolsonaristas na campanha.