Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.270,39
    -2.520,55 (-5,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Bolsonaro oficializa criação de ministério e nomeação de Ciro Nogueira na Casa Civil

·2 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro é observado por Ciro Nogueira durante cerimônia no Palácio do Planalto

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro oficializou nesta quarta-feira a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência, extinto no início de seu governo, e as nomeações do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos para a Secretaria-Geral da Presidência e Onyx Lorenzoni para o novo ministério.

As nomeações e a medida provisória que recria a pasta do Trabalho foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta.

A MP retira da estrutura do Ministério da Economia a Secretaria Especial do Trabalho e Previdência, que passa a cuidar das áreas de Previdência, incluindo complementar, políticas de geração de emprego e renda, fiscalização, registro sindical, políticas salariais e regulação profissional.

O novo ministério também passa a ter o controle do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), responsável pelas diretrizes de alocação de recursos do fundo, usado em várias políticas públicas.

A MP também traz outras mudanças pontuais na estrutura do Ministério da Economia. Entre elas, a unificação da Secretaria de Fazenda com a do Tesouro e Orçamento. A secretaria passa a englobar toda a área de Planejamento e Orçamento em uma unidade só, no momento em que o centrão, que aumenta seu poder dentro do governo com a Casa Civil nas mãos de Ciro Nogueira, passou a mirar a recriação do Ministério do Planejamento para ocupá-lo também.

A nomeação dos três ministros também foi confirmada nesta quarta, e o presidente aproveitou a entrevista para uma rádio para defender, mais uma vez, a troca de Ramos por Ciro Nogueira, muito criticada entre apoiadores do governo.

"Eu trouxe agora um homem adequado para conversar com Parlamento, o senador Ciro nogueira", disse Bolsonaro justificando a troca. "O general Ramos é nota 9; Não é nota 10 porque falta a ele habilidade para conversar com o Parlamento."

A data da posse dos ministros ainda não foi marcada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos