Mercado fechará em 3 h 11 min

Bolsonaro: "No fundo, não gostaria de fazer a reforma da Previdência"

Em uma transmissão ao vivo realizada na última quinta-feira, 21, o presidente Jair Bolsonaro declarou que não gostaria de promover a reforma da Previdência (Fátima Meira/Futura Press)

Em uma transmissão ao vivo realizada na última quinta-feira, 21, o presidente Jair Bolsonaro declarou que não gostaria de promover a reforma da Previdência. “No fundo, não gostaria de fazer a reforma da Previdência. Mas eu estaria sendo irresponsável com o Brasil nos próximos anos”, declarou, no vídeo.

O presidente aprovou o momento para defender a necessidade das mudanças, explicando que, caso não aconteçam, vão “quebrar” o Brasil.

Reforma dos militares

Um dos pontos mais polêmicos da reforma da Previdência, a reforma dos militares, também foi citado por Bolsonaro em sua transmissão. Segundo ele, as mudanças levam em conta “perdas lá atrás”. “Ninguém está brigando por direitos”, disse.

Ministro de Bolsonaro apela à imprensa

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, participou do vídeo e fez o que ele chamou de um “apelo patriótico” aos parlamentares “e àquela parte da imprensa que criticou o toma-lá-dá-cá”, pedindo que defendam a necessidade de realizar a reforma da Previdência.

Acompanhe o vídeo: